Tudo sobre películas em automóveis

MotoresPT | | 0 Comentários | 2788 Visualizações

As películas nos vidros dos carros são talvez a modificação mais popular entre os apaixonados por automóveis, pois além de ser uma das modificações que as autoridades menos gostam (o que tem ainda um sabor mais doce), é também a modificação que transmite mais enigma ao próprio veículo e até a quem o conduz.

Em termos de vantagens, é bastante simples de perceber que são bastante lógicas, como por exemplo a protecção contra os raios solares (que muitas vezes causam encadeamento e levam a acidentes bastante graves), ou a protecção em caso de roubo, ou acidente, pois dada a película ser resistente poderá dificultar que o vidro se parte e cause ferimentos a quem se encontra no seu interior. Já para não falar na questão que deixa um automóvel muito mais bonita, razão que é levada bastante a sério pelos amantes de automóveis ligeiramente modificados.

A grande desvantagens da utilização de películas nos vidros pode ser a dificuldade do reconhecimento de quem está no interior, o que muitas vezes pode ser positivo, em algumas situações esporádicas (como um pedido de ajuda, ou alguma situação inesperada). Para muitos pode tornar-se mais uma vantagem do que desvantagem, mas é necessário pensar em tudo o que pode acontecer dentro de um carro e por vezes é necessário pedir ajuda a quem está do lado fora, mas se não é possível ver para o interior do veículo ninguém vai ajudar.

Após uma grande luta por pate das próprias marcas e até de várias empresas que vendem este tipo de material, foi em 2008 que a legislação foi modificada, permitindo agora que seja possível colocar película nos vidros dos automóveis de forma legal. O que durante muito tempo era feito de forma ilegal, com bastantes coimas associadas, agora pode ser feito de forma legal. No entanto, é importante referir que existem algumas limitações e que nem todas as modificações podem ser feitas.

A nível de empresas em Portugal a comercializar este tipo de películas para automóveis, com a enorme procura que se tem visto nos últimos anos, têm surgido muitas empresas novas. No entanto se deseja qualidade é importante escolher muito bem a empresa onde vai comprar, como por exemplo a Sotermica | LLumar, ou a Valdemar Películas, ou até a Termoligh que dado a sua forte presença no mercado têm a qualidade necessária para garantir o bom trabalho no seu veículo.

Comentários

  1. david duarte

    boas,a minha opiniao sobre as peliculas?é simples,so vejo vantagens!!!num país quente como o nosso conseguem manter o habitaculo do carro menos “insuportavel” no verao,nao se trata de querer andar escondido dentro do carro como dizem certos agentes da autoridade,mas por exemplo de proteger um bebe da luz do sol,ja que eles sao pequenos e nao têm como se esconder dele,acho que tem mais visibilidade que as típicas fraldas de pano que vemos penduradas nos vidros(que ja nao incomodam as autoridades)eu comprei um rolo de pelicula e apliquei com ajuda do meu pai que trabalha no oficio,simplesmente tive que retira las quando o carro fez 4 anos e foi a inspeccao periodica,nao voltei a colocar pois acho 1 absurdo pedirem tanto dinheiro por 1 peliculas homologadas(que sao em tudo iguais as que nao sao e custam 10 euros os 3 metros!!)e depois ter que ir ao imtt fazer a alteraçao no livrete,estamos num pais muito atrasado pois no resto da europa nao vejo ninguem com problemas..

  2. Hugo

    Já agora uma questão. Disseram-me que após a instalação das peliculas e de maneira a que as mesmas possam ser averbadas o carro terá que ser submetido a uma inspeção B. Alguém me sabe dizer se isto é mesmo verdade?

  3. Ana Ferreira

    Após colocar as películas têm de realizar a inspecção extraordinária em centro da categoria B ao veiculo e posteriormente legalizar no documento unico (certificado de matricula) que fica em € 150,00. Claro que isto é para os veiculos de passageiros os de mercadorias não têm de fazer qualquer averbamento nem inspecção.

  4. Gonçalo Santos

    Eu acho que faltou dizer quais era os limites legais, existe quem não saiba, como eu, e até gostava de saber 🙂 Ao conhecimento, nunca se fecha a porta 🙂

  5. MiguelGP

    o que limita mais esta aplicação, não é o valor da mesma, mas sim o valor para averbar no DUC , e fazer uma inspecção B , extraordinária se for caso disso .

    Só a documentação fica em mais de 240 € … enquanto que o valor de aplicar as películas não é assim tanto

  6. Pedro1992

    A polícia cá em Portugal quer é ganhar dinheiro sem fazerem nenhum neste caso só escrevendo um papelinho em vez de andarem atrás daqueles que andam aí a fazer mal aos outros, não andam atrás dos condutores que não fazem mal a ninguem e que andam a trabalhar honestamente.

  7. Gr0te

    Pior do que isso é meter as peliculas, legaliza-las, ou seja, passaram na inspecção, e a policia ter a lata de passar multas a dizer que as peliculas são ilegais… Já não se entende… cada um quer ganhar o seu pelos vistos…

Inicie sessão ou registe-se para comentar.