Tudo sobre os pneus do seu automóvel

Pedro André | | 4 Comentários | 4242 Visualizações

São os pneus que nos mantêm em constante contacto com o solo, por isso, é essencial que os pneus circulem em boas condições para que não se corram perigos. Deve-se então ter algum cuidado e atenção ao estado dos mesmos.

Ao longo deste artigo iremos abordar alguns temas interessantes, tais como, saber ler os dígitos de um pneu, a pressão, o desgaste irregular prematuro e também o que se deve ter em conta quando se faz uma inspecção visual. Temas estes que são essencias para que se viaje em segurança.

Como saber ler um pneu?

Saber ler um pneu e o que significam os dígitos que se encontram gravados nele, pode ser importante para que na altura de trocar de pneus, possamos fazer a compra certa na medida correcta.

Apresentamos um exemplo de medida de uns pneumáticos:  195 / 55 R16 87V

  • “195” – Correspondem à largura do pneu em milímetros, isto é, a zona que está em contacto com o solo.
  • “55” – Corresponde a 55% da largura do pneu, logo 107.25 milímetros de altura.
  • “R” – Informa que é um pneu Radial.
  • “16” – Indica-nos o diâmetro interno do pneu, neste caso, 16 polegadas.
  • “87” – É o indíce de carga.
  • “V” – Indica-nos a velocidade máxima que o pneu pode rodar, neste caso 240 km/h, no entanto existe mais índices de velocidade máxima adequado a cada tipo de automóvel e sua potência.

como-ler-um-pneu

A pressão e o desgaste irregular…

Sabia que 71% dos automobilistas conduzem com pressão baixa nos pneus? Existem inúmeras razões para se dar importância à pressão dos pneus do nosso automóvel. Um pneu com pressão inadequada pode originar consequências graves para o veículo e para os passageiros, entre elas:

– Andar com pressão baixa, aumenta o atrito da borracha com o solo, fazendo por isso aumentar os consumos em cerca de 4%.

– Existindo pressão a mais, o pneu irá sofrer desgaste mais acentuado no interior do piso, por outro lado se tiver pressão a menos, irá ter mais desgaste nas zonas laterais, desta forma está-se a deformar o pneu podendo mesmo vir a ficar ovalizado.

– Quando existe pressão inadequada, pode ter como consequência o aumento de temperatura no seu interior, podendo dar origem ao seu rebentamento.

– No caso de ser necessário fazer uma travagem brusca, esta poderá ser influenciada na trajectória do carro, aumentando também a distância de travagem.

– Em dias de chuva, a probabilidade de aquaplanagem aumenta em cerca 40%.

Por estas razões, deve-se verificar a pressão uma vez por mês e sempre que possível antes de iniciar viagem. No caso de ter percorrido vários km’s acrescente sempre 0.3 Bars.

Para saber qual a pressão correcta, consulte o manual do seu carro. Alguns modelos também trazem toda a informação num pequeno autocolante normalmente situado na ombreira das portas.

Aspecto visual dos pneumáticos e sua manutenção:

Deve-se dar atenção aos pneus uma vez por semana, nunca será demais se pensarmos que isso se traduz em segurança para si, e para todos os ocupantes do veículo.

Com apenas cinco minutos, deve-se observar o estado geral do pneu, isto é, reparar se existem bolhas nos flancos (zona lateral do pneu), observar também se existem cortes ou faltas de borracha, se existe desgaste uniforme e tentar ver se existe desgaste irregular (mais difícil de ver) caso exista, poderá ser apenas a direcção que esteja desalinhada.

Deve-se calibrar e alinhar as rodas uma vez por ano, por vezes ao passar em buracos ou ao ter impactos mais violentos tem tendência a ficar mal calibrada podendo também ficar mal alinhada e assim começar o desgaste prematuro.

Por último, ver a espessura do rasto. Por lei, é obrigatório ter no mínimo 1.6mm de altura. Para facilitar essa leitura, normalmente os fabricantes de pneu colocam um “nível” de altura que fica nos recortes do pneu (rasto).

Nunca se esqueça, conduzir com os pneus em bom estado e com pressão adequada é «meio caminho andado» para se viajar em segurança. Faça um inspecção visual antes de viagens mais longas.  Tenha também atenção ao pneu suplente, muitas pessoas passam meses sem verificar a pressão.

4 Comentários

  1. Pedro Andre

    Viva Mauro.
    Os pneus que falas não me parecem terem algum problema, são pneus construídos e pensados para essa mesma utilização, digamos estética. Desde que a medida dos pneumáticos seja a que consta legalmente no livrete do automóvel não poderão implicar com isso, no entanto as autoridades podem desconfiar das jantes e sua largura e aí sim, poderão estar ilegais, mas não te sei confirmar se é ou não. Isto é apenas uma opinião pessoal.

Inicie sessão ou registe-se para comentar.