Seat com o seu futuro em risco

vigilante | | 4 Comentários | 1234 Visualizações

seat em queda

A Seat tem vindo a registar prejuízos e terá de duplicar as suas vendas para garantir o seu futuro.

Foi o próprio presidente James Muir que garantiu que para que seja possível garantir o futuro da empresa é necessário que o volume de vendas duplicar e não ser apenas rentável! No ano de 2012, a marca vendeu 321.000 carros, mesmo assim Muir acredita que esse valor terá de duplicar para a sobrevivência da mesma. Estas declarações são compreensíveis se disser que os prejuízos da empresa em 2012 foram de 79,4 milhões de euros.

“Temos que conseguir oferecer volume de vendas para além dos lucros. A curto prazo isso significa que o investimento que temos recebido para a família Leon precisa de se traduzir em vendas. Em seguida, cada percentagem de investimento que chegue depois disso terá de valer a pena. Com isso, poderemos falar mais alto no seio do Grupo Volkswagen de forma a obter mais investimentos”, explicou Muir.

A Seat continua a ser vista como a parente pobre do grupo Volkswagen e a não ser que se aposte no crescimento do volume de vendas, a marca poderá mesmo vir a ser absorvida. Rumores indicam que o próximo modelo da Seat possa vir a ser um SUV compacto baseado na plataforma MQB da Volkswagen.

4 Comentários

  1. MiguelGP

    Ao tempo que a Seat , sobrevivi , as vendas não são as esperadas, e o afastamento do grupo VAG , é o adeus há marca espanhola . A Skoda cresceu mais que a Seat , sendo que a Skoda se não me engano era a “ultima” marca do grupo …

  2. megas

    eu acho muito bem feito não tinham nada que lançar o leon mais banal de todo o sempre, é mesmo feio e parece uma ibiza que é o pior de tudo. O 2º leon foi um tiro mesmo em cheio o 3º naquela, agora este perdeu completamente a alma desportiva do leon.

    e pelo facto de agora as insignias FR serem referentes ao kit estético e não á potência/versão do motor também contribui em muito para perder a alma do carro e da marca em geral. estão a enveredar por um caminho muito comercial enquanto que os fãs da marca estavam a crescer e a dar um bom nome á mesma, agora deram-lhes um balde de água fria com estes modelos 100% mainstream e sem caracter nenhum. Já agora a qualidade dos carros em vez de subir só tem vindo a descer desde o 1º leon até agora estão cada vez mais fracos os materiais e não é assim que se ganham clientes.

    Metem contabilistas a gerir marcas só olham a custos e lucros depois esquecem-se que os clientes são pessoas racionais com infinitas possibilidades de escolha, não é a serem iguais aos outros que vão ser melhores. Factores de diferenciação meus amigos…

    Out

Inicie sessão ou registe-se para comentar.