Reprogramação, um risco para o seu automóvel?

MotoresPT | | 76 Comentários | 93684 Visualizações

A Reprogramação de automóveis é um dos serviços da área automóvel que mais evoluiu em Portugal. Os condutores começam a perceber que a um preço mais acessível do que na marca conseguem aumentar a performance do seu carro, ou pelo menos optimizar os recursos disponíveis do seu automóvel.

A reprogramação de uma centralina de um carro não é nada mais nada menos do que isso mesmo, optimizar os recursos disponíveis de um motor de um carro sem por em causa a fiabilidade do mesmo.

Para grande parte dos condutores este serviço traz algumas desvantagens, isto porque a curto prazo poderá implicar a perda de garantia de fábrica do automóvel e a médio-longo prazo poderá por em causa fiabilidade do motor ou provocar o desgaste prematuro dos materiais.

Casos de sucesso de automóveis reprogramados com imensos quilómetros existem, empresas qualificadas e com colaboradores competentes existem, no entanto, há também casos de insucesso e de carros que nunca mais foram os mesmos. Há diversas formas de escolher a empresa ideal para nos prestar este serviço, uma delas é pesquisar pelo nome da empresa em questão no Google e ver o que se fala e qual o feedback deixado por clientes.

Este não será um artigo que cairá em comentários por disputa de quota de mercado por parte de empresas deste ramo, por isso, haverá Moderação de todos os comentários. Queremos reunir experiências, conselhos de quem já efectuou uma reprogramação no seu automóvel, queremos fazer deste artigo e da vossa experiência uma ajuda importante a quem ainda tem dúvidas das potencialidades do seu automóvel.

Obrigado a todos pela partilha!

76 Comentários

  1. Fernando Torres

    Clinicauto-Fernando Torres
    A única viatura (minha) que reprogramei até hoje foi um Hyundai Matrix (1.5 CRDI)..a única porque era a que tinha caracteristicas adequadas (electrónica) para o efeito…
    Foram notórias as melhorias em diversos niveis com destaque para : facilidade de condução reprises e economia..
    Fui eu mesmo que a reprogramei através de um equipamento que me foi cedido para experimentação…
    Problemas nunca tive com essa viatura..directa ou indirectamente relacionados com essa operação..

    • John John

      Boas apos 3 anos de repro no meu carro, retirei ontem a mesma, e tive de ir à marca.

      Durante 3 anos, os consumos com repro foram similares aos que tinha com o carro “Stock”, excepto em AE pois notava-se e bem a partir dos 120 o ponteiro a descer 🙂

      No entanto, qual o meu espanto quando há umas semanas atrás decidi meter o carro stock, para testar electronicamente uns parametros, e qual nao o meu espanto quando quem me fez a Repro, sai-se com a “tirada” que podia meter o ficheiro “stock” mas tinha de pagar…
      Há 3 anos era so facilidades, e inclusive a mesma empresa (sediada na Linha do Estoril) pos-me à vontade por causa de IPO ou se quisesse dar uma “afinação” na Repro era so ligar.

      Fiquei literalmente com calças na mão, e tive de recorrer ontem à marca para me instalarem o file de origem no meu carro (felizmente tenho um amigo que trabalha na marca, e soube reprogramar o mapa original da centralina do carro).

      Acho que o barato sai caro, e não é minha intenção fazer publicidade a casas de Repros (quase toda a gente sabe as referências), mas serviu-me de lição.

      A casa em questão tem alta página web, publicidade e afins…mas atender telemoveis, mails…ZEROOOOOOO!!!

      Já agora um conselho, senão tiverem de todo confiança na casa onde efectuem repro, tentem pedir factura, eu há 3 anos não solicitei (nunca pensei passar por este filme)e se a tivesse agora sei bem onde me dirigir, de forma a reaver o dinheiro!

      Problemas à parte, deixo um feed positivo para o tempo que andei com o carro reprogramado, desde que se faça revisoes a tempo e horas, nao puxar a frio, e cuidados que todos nos sabemos, é fiável 🙂

      Cumprimentos a todos Vós

  2. João "iS" Conceição

    O meu carro- Seat Ibiza 6K2 Sport 110cv- tem uma reprogramação há dois anos e três meses e até agora não teve qualquer problema. Umas fugas nas tubagens do intercooler mas nada de mais.. o normal para carros alterados. Aconselho uma BOA reprogramação para quem gosta de acelerar e não quer/pode comprar um carro novo 😉
    (o carro tem 195-200cv. MB Power)

  3. Miguel Tavares

    Tenho o meu 1.4TDI (Seat Ibiza 6L) reprogramado à 1 ano. 0 problemas, algumas melhorias no consumo (quando calco não… lol), e o carro fica logo outra coisa… Deixa de ser molengão e torna-se um bichinho bastante solto! Quem me reprogramou o carro foi o Nuno Cristiano (www.chip-fuse.com) , recomendo a 110%!

  4. Rui

    Boas.
    Eu tenho uma Fiat Marea JTD 105 com 200 Nm de Binário.
    Não me queixo muito da potência mas sim do binário que, para um carro de 1300 kg (antes de carga) se revela um tanto insuficiente. Já partilhei algumas informações e, segundo um técnico (fora de marca) conseguir-me-ia retirar cerca de 135 cv / 260 Nm deste motor, sem afectar a fiabilidade.
    Pergunto: há alguém que já tenha efectuado este tipo de operação em motor semelhante e que me possa informar dos resultados?
    Obrigado e boas curvas.

    • Miguel

      Caro Rui,

      Pelo que leio em fóruns e o que oiço em pessoas com têm no seu carro esse motor (atenção: nesse motor e não nesse modelo), é que depois de reprogramado os ganhos são significativos.
      O que o aconselho, caso ninguém daqui o consiga fazer, é informar-se num fórum de pessoas que possuem um Fiat, de certeza que por lá encontra alguém que já fez essa alteração ao seu carro.

      Grande abraço.

  5. José Postiga

    Já reprogramei 2 carros meus: 1 Opel GT 2.0 Turbo (passou de 264cv para 315cv, sem problemas de motor nem peças de desgaste) e 1 BMW Série 1 118d (passou de 143cv para 177cv). Estes motores tinham a potência lá mas estavam limitados electronicamente. O meu conselho é mesmo verem que potência o vosso motor tem “escondida” e libertarem-na mas nunca ultrapassarem-na. Assim soltam as vossas máquinas sem pôr em risco a durabilidade e a fiabilidade do carro.

  6. Rui Morais

    Eu tenho um Seat ibiza 6l 1.9tdi de 100cv, reprogramei em 2009 e estou bastante contente, é o meu carro do dia-a-dia e já fiz muitos kms com ele reprogramado (cerca de 40mil) 0 problemas. O bom da reprogramação é podermos ter o que queremos, ou explorar ao maximo a potencia, ou fazer uma coisa mais soft mas fiavel e sem fumo, que proporciona bons consumos.

  7. Miguel

    Os testemunhos continuam, tanto aqui como no nosso grupo do facebook.
    Destaco dois testemunhos bastante interessantes, sem qualquer intenção de por alguma empresa em causa. O amigo Rui Morais conseguiu ganhos de mais de 40 cv com uma reprogramação, e no nosso Facebook foi deixado um testemunho por parte de um fã que tem um BMW 320d com ganhos de 50cv com uma reprogramação.

    Nenhum deles teve qualquer problema com o carro em questão, mesmo com algumas dezenas de milhar de quilómetros depois da modificação, supondo assim que está um trabalho bem feito.

    Mas como já foi por aqui dito, ganhos de mais de 20/30% já é passar do limite de um motor! E os engenheiros da BMW para colocarem 197cv no motor 20d tiveram de fazer alguma alterações mecânicas. (http://www.motorespt.com/motor-20d-recebe-kit-de-potencia/)

    Qual a vossa opinião sobre isto? Mais uma vez digo, não estou a por em causa o trabalho de ninguém, queremos apenas chegar a um ponto de situação, perceber até que ponto pode ser fiável tirar o maior aproveitamento de um motor.

  8. Diogo Gomes

    Na minha opinião uma boa reprogramação é algo que recomendo para quem goste de “sentir” o seu carro com um pouco mais de “alma”. O que quero dizer com uma boa reprogramação é ser feita por técnicos e não por pessoal amigo do amigo que por vezes não dá bom resultado e muitas vezes não se fica com os resultados desejáveis. Em termos de consumos é bastante bom para se fazer uma boa média, mas quem anda sempre a fundo não espere bons consumos. Aconselho a MBPOWER, muito fiáveis e de confiança.
    Abraço DG.

  9. Manuel

    tenho um astra h opc com 241cv de origem e fiz-lhe uma repro a cerca de 2 anos, o carro esta a devitar cerca de 300cv e ate hoje não tenho razão de queixa pelo contrario melhores consumos e melhor performance…

  10. Miguel

    Bem, vejo que há muitas pessoas que pedem informações sobre qual o rendimento do seu automóvel depois de uma reprogramação ou até mesmo se o seu automóvel dá para reprogramar. O que aconselhamos é a informarem-se junto de algumas empresas do ramo, empresas que reúnem um excelente feedback pela Internet fora.
    Nós reunimos algumas, não significa que sejam as melhores, mas a verdade é que a satisfação dos clientes conta muito. São elas:

    http://www.vilauto.com
    http://www.mb-powered.com
    http://www.pke.pt
    http://www.turbotec.pt

  11. marta

    Olá eu tenho um BMW E46 330D de 184Cv 390nm de binário, reprogramado há mais de 3 anos, sem problemas, a ultima reprogramação foi efectuada à 1 ano e 3 meses e foi medida em banco de potencia credível acusando 248CV e 616nm de binário, sem qualquer problema de motor ou peças de desgaste pois tem turbo e embraiagem original.
    (RGpower, Guedes)

  12. Tiago Nunes

    Ola bom dia,

    Em relação à reprogramação da centralina, existe uma coisa que eu não percebo e até gostava de ver respondida aqui.
    Quem tem o seu automóvel reprogramado como faz nos centros de inspecção para passar?

    É que reprogramando a centralina os gases emitidos pelo automóvel mudam os seus valores.

    É verdade que um automóvel reprogramado deita sempre fumo quando se carrega a fundo no acelerador?

    Tenho um clio de 2002 1.2 16v 75cv que já chumbou no centro de inspecções devido a gazes emitidos e nunca foi reprogramado.

    Tenho tb um toyota corolla 1.4D4D DE 2006 com 90cv que também nunca foi reprogramado.

    Aliás quanto ao motor 1.4 D4D da Toyota, ja me disseram que esse motor era o 1.4 HDI da peugeot mas com mais potencia. Será verdade? .. fica a duvida.. 🙂

    • José Luís

      Olá Tiago, quem sou eu para dizer seja o que for, mas espero ajudar:

      >>Quem tem o seu automóvel reprogramado como faz nos centros de inspecção para passar?
      – Completamente, já levo 5 inspecções, limpinhas 🙂

      >>É que reprogramando a centralina os gases emitidos pelo automóvel mudam os seus valores.
      – Sem certezas: mudaram (ou não) em aceleração, mas as medidas são feitas com rotação estabilizada onde turbo/admissão/mistura são minimizadas pois o motor já não precisa (nem tem) esforço… (Mas mais uma vez: sem certezas!!)

      >>É verdade que um automóvel reprogramado deita sempre fumo quando se carrega a fundo no acelerador?
      – Não, o meu nem se nota nada… Nota-se, de forma normal, e como todos os outros, se os filtros começam a precisar de ser mudados… Isso acontecia nos carros antigos (sem correcção electrónica) e nos que lhe adiantavam a bomba do gasóleo…

      >>Tenho um clio de 2002 1.2 16v 75cv que já chumbou no centro de inspecções devido a gazes emitidos e nunca foi reprogramado.
      – como vês, não é da reprogramação, pode ser de um simples furo na panela/escape, ou outra coisa qualquer…

      >>Tenho tb um toyota corolla 1.4D4D DE 2006 com 90cv que também nunca foi reprogramado.
      Aliás quanto ao motor 1.4 D4D da Toyota, ja me disseram que esse motor era o 1.4 HDI da peugeot mas com mais potencia. Será verdade?
      — não faço ideia mas, se isso for verdade, estou mais inclinado (mas sou suspeito: toyota fan!) que possa ser ao contrário: o bloco do toyota ser o mesmo da Peugeot/Citroen… Mas seja como for, os Japonocas, regra geral, vêm sempre melhor “ajustados” 😀

  13. José Luís

    Olá a todos! Corria o ano de 2007 quando resolvi reprogramar o meu A3 1.9TDi (8L)de 90Cv. Bom, já lá vão uns anos, e já lá vão uns largos quilómetros, e anda fino que nem uma abelha! 😀
    Na altura vivia na Guarda, aquela íngreme cidade, e a média baixou 1 l/100km na cidade!! Pode não ser muito, mas para quem conhece, sabe que a cidade trepa bem!… Em auto-estrada, cumprindo os limites (CLARO!) e evitando grandes acelerações, o carro parece uma scooter: não gasta nada! Fica com média abaixo dos 5 l/100km…

    Para além disso, o carro ganhou mais nervo e fôlego, tanto em baixas (daí baixar o consumo) como em médias/altas(aumentou bem o rendimento, mas claro, também o consumo).

    Resumindo: Aconselho! Seja pela economia (mas nada de abusar no acelerador), seja pela performance (mas prejudica um pouco o consumo, e TENHAM JUIZO porque as curvas aproximam-se mais depressa!!!)

    Para tal fui a um representante oficial Bosch (marca da electrónica), e sem problemas!

    • ivo

      BOAS onde fizes te a tua repro e que eu queria fazer ao meu mas queria que fosse numa casa especializada para um ibiza fr abraços .José luis

  14. Sergio

    Tenho um A3 2.0 TDi 140cv reprogramado pela MB Power para 180CV o veiculo tem neste momento 280000km e esta reprogramado desde os 60000km a nivel mecanico 0 problemas, teve alguns problemas que são “feitio” deste modelo em especial.De resto aconselho vivamente, o carro fica mais solto acaba por consumir menos, nas inspecçoes nc tive problema.

  15. Victor

    Em relação à resposta do Tiago Nunes… O Toyota Corolla tem o mesmo motor que o yaris I D4D tinha, apenas foi reprogamado e melhorado para debitar 90 cavalos…
    O mesmo motor foi usado também no Mini Coopes… Já é motor da Peugeot, é mesmo do grupo PSA.

  16. José Carlos Pereira

    Marta: Também tenho um modelo igual ao teu e estou a pensar em reprogramá-lo. Diz-me que valores é que tiveste antes de esta última repro pois, como fazes referência já se encontra reprogramado há mais de 3 anos. Estou a pensar em 212 cv e 450 de binário. O que achas?

  17. ricardo

    ola pessoal, eu tenho um ibiza gt tdi 110cv comprei o carro ha um ano e meio ja com 190mil km a 1º coisa que fiz depois de uma boa revisao foi uma reprogramaçao de centralina suave (130cv) nesta autura ja tem mais de 260mil km e nunca me deu problemas de nada,ate a dada estou muito satisfeito

  18. carlos

    boas pessoal.
    Tenho uma ibiza 1.9d de 1997 sera que a consigo reprogramar? é que nao tem turbo nem injecçao.
    a nivel de motor esta optima mesmo, faz me medias de 5/100 mas gostava de a meter a andar mais um pouco…
    Eu tenho o cabo vag-com mas nunca consegui aceder ao sistema da carrinha pois sempre que ligo ao pc ele nao detecta a carrinha, fui a seat e o homem disse me que ha outra maneira de entrar no sistema com este mesmo cabo mas nao me disse como, alguem sabe?
    cumps

  19. João

    Sempre tive carros reprogramados, até hoje não tive problemas e as melhorias em termos de performance e economia de combustível foram significativas.

  20. CSilva

    Um mapa menos restrictivo tras benificios? Sim. Um mapa vitaminado e nao adequadamente pensado tras performances incrementadas ma ordem dos 30-40%? Sim. Mas tambem tras a sentenca de morte dos perifericos do bloco.

  21. Tiago

    Tenho um ibiza 6j 1.9TDI 105 cv reprogramado desde os 15.000km, tenho 50.000km feitos sem qualquer tipo de problema.Redução drástica dos consumos cerca de 1l/100km Agora acredito que haja casas ou pessoas que não o façam tão bem e talvez se…ja isso que deixa as pessos com um certo receio. Quem me reprogramou o meu reprograma frotas de transportadoras e inclusivé camiões, todos sem problema, e tudo pela questão de baixar consumos. Agora por vezes tambem ouço queixas de outros lados, tudo depende de quem a faça e das condiçoes do veiculo em questão…

  22. Rodrigo

    Tenho um Seat Leon 150 2003 reprogramado desde os 20000km pelo Sr.Nuno Soares da H7Performance, já conta com 248000 fora uma embraiagem,zero problemas na inspecção também zero problemas, na minha opinião os problemas surgem devido a maus tratos do utilizador, quanto a potência anda na casa 190cv.(vivos) 😀
    Cumps

  23. marcynho

    pessoal tenho un bmw 320d de 2002 com 150 cv e estou com ideias de fazer un repro k casa me acosenham para reprogramar e k resoltados terei ??
    gosta va k me ajuda sem obrigado

  24. Rui Pereira

    Muitas das coisas que aqui disseram são verdade, e digo vos com toda a certeza que uma reprogramaçao que dê mais de 30 cavalos sem mexer em mecanismo está a por em risco a viatura.(nota se pelos fumos que o carro deita e a sua propria terpidaçao, atençao que há repros que ficam a deitar muito fumo apenas por estarem a queimar demasiado gasoleo).
    Tenho uma repro e uma box no meu carro,(audi A3 110cc origem,agora está com 170cc),foi um conhecido meu eletricista chefe na VW.Sem duvida que o carro ganhou uma nova alma, nada de fumos, nada de terpidaçao, se calcar mt no acelarador bebe muito senao calcar ainda faço mellhores medias que sem repro e box.
    Não deixem qualquer um mexer no vosso carro, peçam a quem a faça para fazr uma reprogramaçao saudavel pro vosso carro.
    FACAM UMA REVISAO GERAL ANTES DE FAZEREM UMA REPROGRAMAÇAO(filtros, correias, turbo,etc..etc..

  25. Nuno

    Boas,
    Tenho um Seat Leon 1.9 105cv do ano 2009, é fiavel uma repro de 135cv e 300nm? Não vai afectar em nada os componetes do motor? As peças de origem aguentam assim este aumento de potencia?

    CPTS

  26. rafael

    boas tenho uma opel astra 1300 cdti de 90cv. o problema e que eu acho que ela tem pouca força e turbo dela e fraca, e eu gostava de saber se me aconcelham a meter uma repro, e tmb cuantos cv devia meter e quanto de binario…agradecia que me dessem uns concelhos,
    comp

    • Miguel

      Viva,

      Respondendo ao Sr. Álvaro e a todos os que aqui comentaram para saber qual a potência que o seu poderia ganhar, é importante saber que tudo depende daquilo que pretendem. Uma reprogramação poderá ter o objectivo de diminuir os consumos, ganhar potência em apenas determinadas rotações etc etc.
      Por isso, o que nós aconselhamos a contactar directamente empresas da área para saber com o que podem contar.

      Abraços

  27. Filipe

    O meu ibiza 6j 105cv reprogramei e perdi garantia e o colectores ficaram com fuga.

    Todos os 6j trazem uma centralina com segurança anti tunning e de reprogramar a marca vê e Nao há maneira de passar por isso.
    Cuidado com as novas centralinas.

    Comprei uma a parte e brinquem com ela, com a de origem enquanto houver garantia Nao façam nada.

    Cumps

  28. raugusto

    Bem o que dizer…aconselho a todos.

    No meu Golf TDI foram várias as versões do sofware sempre optimizadas para as alterações mecânicas e evoluções que fazia. Dos 110cv originais, cheguei a mais de 300cv com a configuração biturbo. Não me lembro das reprogramações que levou, mas foram mesmo muitos.

    No Audi TT também já fiz.

    Com as reprogramações nunca tive problemas.

  29. bbarbosa

    eu acho que uma boa reprogramaçao faz sempre bem, e tambem que tenha fuminho e que faça depois um bonito barulho do turbo.. xD
    Queria saber se tambem da para fazer em carros a gasolina?? Uns dizem que ha maneira outros nao. Tenho a minha fabia tsi e queria fazer algo do genero, ela tem turbo e gostava de a ter com melhores prestaçoes..

  30. Miguel Lucas

    Olá bbarbosa,

    Sim dá para fazer reprogramações em carros a gasolina. Excepto em motores mais antigos.
    O teu TSI é um motor ainda recente, por isso, acredito que ainda existam poucos com “vitaminas”, por algumas razões: porque não é qualquer em empresa que conseguirá mexer no teu TSI garantindo fiabilidade e também porque os ganhos poderão não justificar o preço pela reprogramação.

    O que te aconselho a fazeres é mesmo contactares empresas do ramo, que foram mencionadas nos comentários a saber mais.

  31. jprcsilvaa

    bem… o chip diguemos assim, pode aumentar a potencia do motor, mais arranque, mais em ponta, TUDO EM ALTA!!!
    no meu caso prefiro MOTOR A SÉRIO e não electronicas. acabei de comprar um mercedes C200 dos novos, deste verao, versao 2012, e estava para comprar o 220 quando me disseram que o motor e todas as funcionalidades eram as mesmas que o 200 mas o 220 levava um chip de aumento de cavalos vindo da fabrica, em que metia 170cv ao 220 e o 200 com o seu motor a render os 136cv.
    acho que antes de se fazer esse tipo de upgrade devemos de ter bastante em atenção o que se faz com ele. pq decerteza qe nao terá a mesma fiabilidade, mas como disse o Elisio Costa: ”num carro de uso diario (NAO), mas se for um carro para brincadeiras quanto mais melhor xD”

  32. CSilva

    Tenho um SEAT IBIZA (6L) SPORT de 2004 como 287cv (aprox.) vai fazer agora 3 anos. Problemas? Até agora nenhum, sem contar com a embraiagem que como é obvio não foi concebida para aguentar tanto binário. Esse foi o único problema e já está para lá resolvido. De notar que estes bixinhos de de origem vem com apenas 130 cv… Nada que um bom turbo e intercooler, radiadores de oleo\gasoleo não mudem da noite para o dia 🙂 associados, lá está, a uma reprogramação feita e refeita com pés e cabeça em estrada e banco de potência 🙂 A mim só me compete andar sempre em cima da mecânica e verificar que nao vai aparecendo nada de anormal, fazer a manuntenção e carregar no pedal quando tou para aí virado! Agora aos “entendidos e chipadores” eu pergunto: Onde esse tal mal que vocês falam?

  33. Roberto

    Excelente tópico! Deu para perceber umas coisas! Ando a pensar em reprogramar o meu carro, tenho um ft pt multijet 1.3 70cv, o que acham? Vai trazer beneficios?

    cumps

  34. nunospeed

    Boas!!! jprcsilvaa, o “chip” e coisa do século passado… na Mercedes kiseram foi impingir o 200, é como, por exemplo o motor 1.6 da PSA, teem um com 90, outro 110, um tem mais 20 cavalos que o outro e nas marcas (sao varias as que usam esse motor) querem é vender, se lhes cheira que um gajo vai la meio a tremer tentam vender o menos caro, a ver se o levamos… E dizem TODOS o mesmo, é so uma GESTAO (nao um chip) diferente de um motor po outro, quando todos sabemos (sabemos nao sabemos???) que o 110 tem overboost e o 90 nao tem… o mesmo se passa nos Mercedes com os 200/220, com a BMW nos 320D’s com 163, 184 cv, nos 1.5 dci’s da Renault… se sao mais potentes e duram na mesma, é SEMPRE invariavelmente melhor em alguma coisa que nao apenas a gestao do motor. Chip’s era antigamente, nas primeiras Ibiza’s TDI era assim, tirava-se um chip e metia-se outro, carros com menos de 10 anos ou isso, ja nao se usa. Para concluir, tenho o meu Mini ONE D de 75 cavalos reprogramado pela Vilauto competiçoes para 92 cavalos e NAO puxa so em altas como ja foi dito por quem claramente nao percebe nada do assunto, hoje em dia as reprogramaçoes podem (e devem) ser “custom made” e servir os obectivos do utilizador. Eu quis binario para subidas e mais “genica” pas ultrapassagens e é isso que tenho, em ponta, nao ganhei nada, so mais fumo…

  35. nunospeed

    E uma pequena nota adicional, tenho o meu carro reprogramado desde os ultimos 40.000 km, e ZERO problemas. uso-o diariamente e meia volta TENTO acompanhar cooper’s com 120 cavalos, nao consigo, mas tento e ele la vai “ganindo e gemendo” e sempre sem partir…

  36. jfvinha

    Eu já tive Repro na minha viatura,e claro o carro fica brutal e com mais Binário,mas com mais consumos e óbvio e não vão na letra que não,porque e mentira,ouve um Sr. que levou 300 eur.pela repro,a minha viatura e um 105 cv e meteu para la mais 75 cv
    ou seja não Havia FR que metesse medo,alias piquei com 1
    e o mesmo ficou para traz,mas como e óbvio,tive problemas no Turvo,sorte a minha dentro da Garantia,fiz a desprogramação,e sorte a minha apanhei um bom mecânico,o mesmo sabia o que se tinha passado,mas não me disse nada, só me informou,que se estivesse online com os espanhóis,que eles detectavam que tinham mexido na centralina,mais digo ainda me chateei com esse Sr.arrogante
    que se axa muito inteligente e engenheiro de automóveis ,que me disse que eu tinha Motor para isso,por isso aconselho,uma Repro por quem sabe e sempre dentro dos parâmetros permitidos por cada carro,e nao vao em cantigas
    Como diz o meu Mecânico,quem quer muita cilindrada compra um,no meu a recomendada eram os simples 25 cavalos ou 30cv e chegava muito bem,agora esta como vem de fabrica,ou mando vir da china um desses Ferraris e recupero,com peças dos chineses.

  37. nunospeed

    jfvinha… nao pareces perceber muito de motores… entao tu queres por mais 75 cavalos num carro de 105??? e admiras-te que o carro gastava mais e estragou o turbo??? pudera!!!!! uma repro bem feita, sem estragar, permite ganhos na ordem dos 25, 30%, os tais 25, 30 cavalos de ganho num carro de 105.

    Quanto aos consumos, é uma parvoice estares a induzir as pessoas em erro pois em condiçoes ideias, e repito, EM CONDIÇOES IDEAIS, consegues fazer medias mais baixas, tudo depende do pézinho… Se queres manter uma conduçao normal, com repro (das normais, 25%) como ficas com o motor mais solicito acabas por gastar menos porque o motor “rola” com menos esforço, logo, menos gasto. Eu com repro, num carro de 75 cavalos com 180NM de binario, pus 92 cavalos e 240 de binario. os consumos medios que andavam nos 5,4 passaram a 5,2.

  38. Gr0te

    Não esquecer que agora os carros trazem fap, e uma ligeira mudança de potencia pode aumentar a pressão induzida na Fap, podendo causar serios probs… Por isso que quer aumentar a potencia, 1º tirar a Fap, se não gosta de fumo… trocar por uma Fap de maior capacidade…

  39. nunospeed

    É tecnicamente possível, mas pagar aproximadamente 400 (preço médio de uma repro) para ganhares 5 cavalos nesse motor? Acho que com um filtro e um escape tiras mais proveito e mto mais barato. Não ficará a mto mais potente, mas fica a “roncar” com um som engraçado.

  40. bisgas

    pois calculei isso!!!! escape de rendimento ja ele tem. Nao e carro para grandes velocidades, é mais para as “voltinhas”.lol obrigado nunospeed era so uma curiosidade que eu tinha.lol

  41. Roberto

    Bem venho aqui deixar o meu feedback..a tempo fiz aqui a pergunta de se era fiável..

    Até agr tem sido, digo isto porque entretanto já reprogramei o carro..faz muita diferença no carro, em TUDO!
    Muito mais força, mais velocidade um pouco com a ajuda da força claro, e consumos! Isto é que deu gosto ver! Tinha uma media de 5l/100 estou agr com 3,9l/100, a fazer a mesma condução. Porque se apertar mesmo gasta mais, mais gasóleo aberto!

    Eu aconselho! Cada um escolhe a reprogramação que quer, mais fiável ou não, depende tb do material que o carro já tenha..

    Cumprimentos

  42. joevalve

    tenho um toyota yaris 1.0 MMT (caixa automatica) de 2003 com 998 cc e 68 cv. bebe 6,5 litros aos 100 o que é uma barbaridade. como não tenho dinheiro para trocar de carro, falaram-me que há empresas especializadas em reprogramar a centralina de modo a trabalhar com mais potência até aos 80 kms/hora diminuindo o consumo. o problema é que não encontro nenhuma empresa que me modifique o toyota pois é a gasolina e habitualmente modificam é carros a diesel. alguém me pode dar uma dica de uma empresa no norte (vila real, lamego, regua, viseu) que o faça de modo competente ? obrigado

  43. MiguelGP

    Carros a gasolina, é muito complicado ter ganhos de potencia fazendo uma repro. É dinheiro mal investido .

    Ou se investe mais € , ou mais vale guardar para abastecer , não é impossível atenção , mas não é prático

    6.5 a meu ver não é assim uma grande barbaridade , o combustível é que está caro.

  44. Gr0te

    Reprogramar gasolina é sempre mais complicado que no diesel, isto porque nos carros a diesel, nos mapas da centralina podem mexer nos ciclos de injecção, e aumentar as gramas ao turbo. Ora, os turbos dos diesel utilizam a pressão dos gases libertados pelos cilindros para fazer girar as turbinas, logo aumentando esse fluxo de gases, pode-se aumentar as pressões do turbo. Os turbos dos carros a gasolina, funcionam mais com admissões de ar… mexer nos ciclos de injecção e no turbo não darão tanto rendimento como nos diesel. Mas se tivermos dispostos a gastar uns 4 digitos em €€ podemos tirar mais potencia que nos diesel… (isto sou em falando com poucos conhecimentos… x’D)

  45. fazatuagora

    Bom dia a todos, adquiri recentemente uma volvo v40 1.9d de 1999. Sempre gostei desta carrinha e surgiu-me uma boa oportunidade e aproveitei, no entanto ao conduzir acho que se arrasta um pouco e faz consumos entre os 6 lt em AE e os 8 e pouco em cidade. Ela tem 92 ou 95 cv mas numa carrinha com cerca de 1400 kg nao se nota e custa a desenvolver. A minha questão é de se alguem já teve alguma, quais os ganhos seguros numa carrinha destas fazendo uma repro sem danificar o motor ou o turbo e aqui pela zona de Lisboa ou oeiras alguem me aconselha uma boa casa para o efeito. Obrigado a todos.

  46. marcio-fafe

    boas , gostava de alguém que me diga se faço bem fazer um repro no meu bmw e46 2.0 a gasolina sem turbo , será que há riscos etc… aguardo resposta cumps…

  47. Miguel Lucas

    Alfa 159, a remoção da FAP não é obrigatória para fazer a reprogramação, no entanto, é aconselhável. Não querendo induzi-lo em erro a reprogramação fará com que a FAP remova os resíduos mais frequentemente e não sentirá o carro tão “solto”.

  48. koiratu

    Bem… no meu caso, Ford Fiesta mk6 1.4tdci, reprogramado pela Turbotec aos 70.000km, nesta altura conta com 101.000km e está tudo perfeitamente normal, com todos os benefícios que a repro trouxe ao nível das prestações já que o motor é curto para um chassis que é “divertido”.

  49. Carrazedas

    Boas, eu tenho um Mercedes 190D de 87 e queria saber se é possível reprograma lo, pois ha quem diga que não tem centralina mas também ha quem diga que tem, alguém me pode ajudar?

  50. kental

    nos carros a gasolina e possivel aumentar a potencia na centralina mais q 5 cv mas para isso era preciso mudar a admiçao no caso dos motores atmosgericos agora se e para ter mais para reduzir o consumo nos carros a gasolina n aconcelho a meter nem filtros de admição directa nem panelas de rendimento as panelas ou matem o consumo ou aumenta o consumo e n da grande rendimento ao carro so aumenta e o barulho do carro quando puxas por ele e os filtros de admiçao directa aomenta o consumo e perde rendimento tanto na aceleração como na velocidade de ponta agora o q pode ajudar a diminuir o consumo e da uma aceleraçao razuavel ao carro e tirar o catalizador mas tem um se nao e q n passa na inspecçao sem o catalizador mas sempre podes tirar o miolo do catalizador mas as diferenças de consumo n sao consideraveis tanto pode aumentar como reduzir consuante o pe mas n e uma diferensa assim mt grande mas nota-se ligeiramente no desempenho do carro

  51. GRodriguez

    Boas . EU tenho um alfa romeo mito 1.3 JTDM . Gostava de saber se acham que deveria fazer uma repro , apenas mais 20 cavalos , sem ter que retirar o filtro de particulas ? ou se acham que deveria mexer de outra maneira ? é que apenas queria dar um bocadinho de potência mas que diminua o consumo ou pelo menos que mantenha e não acabe com o motor .
    Obrigado

  52. Ricardo Nunes

    Bom dia tenho um Citroen C4 de 2011 com o motor 1.6 HDI de 92 CV queria saber se possível se alguém tem conhecimento sobre reprogramacoes nestes motores .?

  53. Alves

    boa tarde tenho um opel vectra 1.6 16v de 1998 convertido a gpl desde dezembro de 2013 e noto que o carro e muito lento a recuperar a velocidade gostaria que aconselhassem se vale a pena mecher na centralina para conseguir mais potencia.obrigado

Inicie sessão ou registe-se para comentar.