Renault Zoe avança para produção

MotoresPT | | 0 Comentários | 1222 Visualizações

A Renault levou até ao Salão automóvel de Genebra 2012 a versão definitiva do Zoe. Mais um automóvel eléctrico que a marca fará chegar ao mercado no final de 2012.

O Renault Zoe utiliza a mesma plataforma da próxima geração do novo Clio, assim sendo apresenta-se com 4,08 metros de comprimento, 1,73 metros de largura e 2,58 metros entre os eixos. Para a bagageira estão disponíveis até 338 litros de capacidade.

O Zoe é totalmente eléctrico, por isso, recorre a um motor que produz 88cv e um binário máximo de 220 Nm. A velocidade máxima é de 135 km/h e a autonomia passa ligeiramente os 200 km.

O preço do Renault Zoe é de 21.750 euros, no entanto, seguir+a o exemplo de outros modelos da Renault no aluguer das baterias, ou seja, acresce um pagamento de 79 euros por mês.

Comentários

  1. MiguelGP

    Isto é tudo muito bonito ajudar o ambiente e tal, mas é na teoria, na prática não estou a ver saída para estes renault …

    Pagar o carro + mais as baterias + mais a conta da luz … fica caro , dá para arriscar num carro a gasolina/GPL

    Sinceramente desta forma, não vejo sucesso

  2. gugul

    Então ó MiguelGP espera até ao fim do ano, quando estivermos a pagar a gasolina a 2€ e o GPL a 1€50 para veres se compensa ou não !?

    Além da manutenção dos eléctricos que é praticamente só trocar pastilhas, enquanto que nos outros é o que se sabe!

  3. FerrKtm

    Como e obvio estes carros tao no incio de produção… Neste momento ainda nao compensa com vista todos os problemas que poderao dar e as infraestruturas devidas (no nosso pais) nao estao prontas nem pensadas ainda… Diria que no daqui a 10 anos (acredito eu) os carros electricos estarao avançados e compensarao e ja a tirar o lugar a muitos a gasolina etc… Pq os rendimentos electricos ja sao mto bom para os anos de desenvolvimento. Como e obvio toda a Europa esta interssada nisso , poupariamos milhoes em exportançoes em petroleos, etc! E nao iamos depender de ameaçadas desses Arabes malucos de fecharem oleodutos blabla…

Inicie sessão ou registe-se para comentar.