Kia Soul eléctrico em 2014

MotoresPT | | 17 Comentários | 989 Visualizações

kia soul electrico

O Kia Soul será o primeiro modelo 100% eléctrico da marca sul-coreana.

Segundo a marca, a chegada do Kia Soul eléctrico está marcada para 2014, altura em que a próxima geração do modelo já deverá estar em comercialização.

Outra das medidas que construtor sul-coreano avançou tem a ver com a garantia de sete anos que oferece em todos os seus modelos. Neste Kia Soul eléctrico, apesar de ser um veículo eléctrico, não será excepção e por isso será também válida pelos mesmos sete anos. Esta poderá ser uma vantagem face aos seus principais concorrentes e mais um sinal de confiança para os consumidores.

O fabricante anunciou ainda que brevemente será adicionado um modelo descapotável à gama Cee’d, tendo com base o pro_cee’d.

17 Comentários

  1. QMaia

    Nao venhas aqui deitar abaixo a Kia, especialmente o Soul oh VAG fanboy…
    Aposto que nunca experimentas-te um Soul e ja andas aqui a meter nojo que sao “garrafas de coca cola” em PET…
    Tenho um Soul e tenho muito orgulho na maquina que tenho e ja dei umas liçoes a alguns espertinhos com os seus chocos modificados que so tem bolas nas rectas.
    Entre o meu e o teu no meio de um parque de estacionamento a minha “garrafa de coca cola” chama mais a atençao que a tua “cerveja” que como ela ha montes iguais na rua que so cansam a vista, cada versao nova é como uma fotocopia ligeiramente modificada do anterior…

  2. teixeira86

    Engraçado que quando se entra em alguma ditas marcas alemãs, é barulhos parasitas na zona do rádio, forras das portas a descolar, tabliers a levantarem junto do para-brisas, etc, etc e falam que os asiáticos no geral tem uma qualidade de m****?? Segundo sei até à data a única marca a dar 7 anos de garantia é a Kia, logo quer dizer que a marca não é assim tão má quanto se pinta. Ao menos a Kia é uma marca que desenvolve ano após ano, inovando no design modelo após modelo, já outras marcas nem por isso, que já vão quase com o 3° modelo e nada de inovador no design.

  3. Livebetas

    QMaia: Pois… por isso em Vilamoura o pessoal até se babava a ver o meu passar! 😉 Sabes é que há aos pontapés, e em Portugal então nem se fala!

  4. QMaia

    Deviam estar a ver é quando ias comer lombas e/ou paralelos ou talvez cagar uma nuvem negra e sujar esse lindo branco comercial.
    É muito facil pessoas que vivem em terras abastadas so ter palas e ver marcas a frente, mas quando a realidade é outra, escolhe-se algo mais racional, divertido e completo independentemente do prestigio da marca.
    Alias se os VAG fossem tao bons, nao precisam de repros e chips mal acaba a garantia, mas é tudo em nome do “xunning” criar chocos sobre rodas…

  5. jorge costa

    Que guerra! 🙂
    Tentando ser isento, e do que conheço, concluo que os VW são realmente bem construídos e projectados. Em relação à estética conservadora, até gosto. É simples e racional. Mas como pontos negativos temos o preço das peças e manutenção. E o pior: comprovadamente tem havido problemas de fiabilidade mecânica. OS barulhos parasitas junto ao rádio existem mesmo, no golf V e VI). De um modo geral os asiáticos são mais fiáveis. Gosto da estética do Soul, pois é realmente diferente diferente e resulta, mas em geral os asiáticos não tem propriamente a escola de design italiana.

  6. megas

    americano? humm é assim os americanos não sabem fazer carros, (ponto) e os coreanos ainda estão a dar os primeiros passos, logo…..

    tanta guerra. Livebetas desde quando precisas de ir a vilamoura para as pessoas olharem para o teu carro?? se ele passa-se por mim em gaia imaginava-me logo a fazer-lhe um filho xD exemplo: -passa um kia soul- r: olha que carro estranho miehh….. – passa um golf R ; jesus viste aquilo? era um golf R credo ganda maquina que ali vai quem me dera….. é que nem há discussão….

    e a kia ainda tem de comer muita sopinha para chegar aos alemães , esta no bom caminho?? Sem duvida mas ainda tem muito para andar

  7. QMaia

    Ele foi desenhado nos estudios da Kia na California, claro que foram feitas umas alterações para ser possivel o vender tambem em outros mercados.
    Uma prova de ser americano, para alem do design, é ter um compartimento do motor muito grande para um 1.6, isso porque foi feito para levar um 2.0 GDI com 164CV la nos EUA.

Inicie sessão ou registe-se para comentar.