Criar Diário

Toyota Hilux

MikePereira | | 11 Comentários | 5078 Visualizações

  • Marca
  • Modelo
    Hilux
  • Motor
    2.5 D4D
  • Cor
    Branco
  • Potência (CV/NM)
    169 CV
  • Utilização
    Diária
  • Quilómetros
    370.000
  • Data Matrícula
    N/A
  • Consumos
  • Urbano
    --.- l/100km
  • Extra-Urbano
    9.8 l/100km

Sobre o Carro

It’s time to say Goodbye! A Hilux foi vendida. Ao fim de quase 6 anos e 400.000km’s sem qualquer falha a Hilux foi vendida. Mais um bom exemplo do que os japoneses conseguem fazer. Perdeu-se a conta à quantidade de jogos de pneus que passaram por ela. O motivo de riso quando a entregámos foi que nos lembrámos de que a roda suplente em liga leve e com pneu exatamente igual à carrinha ainda estava por estrear. Outro exemplo de fiabilidade mas desta vez dos pneus BFGoodrich All-Terrain TIA que enfrentaram desafios de todo-o-terreno e longas viagens. O motor afinado como novo e a caixa de velocidades igualmente. Vamos ver qual será a próxima surpresa…

Aspectos Positivos

  • Conforto
  • Potência
  • Look exterior e interior
  • Durabilidade

Aspectos Negativos

  • Altura da Caixa
  • Consumos
  • Necessidade de Caixa de Madeira para Moto4

Extras / Alterações

Motor

  • Eliminacao da insonorizacao do turbo
  • Repro by Toyota

Audio

  • N/A

Interior

  • N/A

Exterior

  • N/A

11 Comentários

  1. bmolv

    Nada melhor para o trabalho quer uma hilux. Um familiar meu tem uma para a atividade agrícola e mesmo mal tratada a hilux nunca se nega a nada.

  2. Miguel Lucas

    Bem vindo!

    É uma excelente ferramenta de trabalho, como dizes, não se nega a nada! E com o kit de potência deve ter ficado ainda mais “respondona”.

    Abraço e bons KMs

  3. MikePereira

    Digamos que agora anda mais do que o velocimetro de origem do 2.5 de 120CV marca. Neste modelo quando foi feita a repro pela toyota foram substituidos alguns componentes e o motor esticado e nós em casa simplesmente tiramos uma protecção que o turbo tinha e que lhe abafava aquele típico assobio. Agora um toque no acelerador e ouve se logo o turbo em acção.

  4. Jimy

    Boas
    Por acaso também tenho uma dessas (tenho de criar o DB), a minha também é de 2007 mas é a 3.0
    è pena os consumos que elas fazem, mas são autenticas maquinas de guerra.
    Porque dizes que 450 000 vai para a reforma?
    A minha só ainda têm 40 000, pois nunca desce dos 9, mas até aos 170 acompanha um carro na boa. Qual foi a velocidade que já deste com ela?

  5. MikePereira

    Esta já esteve quase nos 210. Ela já começa a ter algum desgaste porque não é poupada no uso. Por isso costumamos trocar aos 450000 já não falta muito. E fico à espera do teu DB seria interessante. Estas andam bem o problema é os barulhos de aerodinâmica e esta come muito pneu e o andamento é prejudicado pelo tamanho destes pneus que são enormes.

  6. Jimy

    Com esses quilómetros tens sentido que têm quebras de performance em relação de quando era nova?
    Não me encontro em Portugal, mas assim que for trato do diário de bordo. Por acaso a minha ainda também tem esses pneus, já vieram de origem. A minha já chegou aos 200kmh, mas foi só uma vez, mas ainda assim, não notava nada de anormal, tipo vibrações etc.

  7. MikePereira

    Esta carrinha é usada em todo o tipo de terreno. É óbvio que começam a haver folgas na suspensão o motor está mais ruidoso tem uns ruidos parasitas quando em nova nao tinha nenhuns entre outros problemas pequenos. E já que temos a possibilidade de trocar porque felizmente não temos dificuldades financeiras já que o negócio corre bem aos 450.000 km’s troca-se. Mas nada de perdas de potência ou no desempenho e o interior quando bem limpo está novo. O único problema a registar desde que é nova é apenas a retroiluminação do rádio que não está muito bem de resto é o típico desgaste.

  8. Hattori

    Boas Mike Pereira. Desculpa a resposta tardia, mas mais vale tarde do que nunca (respondi também no meu diário de bordo) 😉
    Este Celica saiu com duas motorizações, ambas 1.8 atmosféricas. Esta de 143 cavalos e uma de 192 cavalos. Entre este carro e o BMW 320D, se quiseres apostar em consumos vai para o BMW. Quanto ao resto, já conduzi vários BMW serie 3 de várias gerações (sempre pra cima do E36) e sinceramente mesmo sendo tracção traseira não têm a dinâmica de condução do Celica! É um carro que de origem precisa de uns pontos a rever, mas se souberes o que mudar fica um dos carros mais divertidos que podes conduzir, obviamente com a limitação de ser tracção à frente! Ainda assim, não é um carro para ires para os picansos mostrares quem manda pois este modelo (VVT-i) saiu com um motor que preza mais a economia do que a performance pura e dura.. (Muita gente acha os 143 cavalos curtinhos) Se encontrares um T-sport, de 192 cavalos, penso que é a potência indicada, já que o carro é relativamente leve (1150kgs com depósito cheio). O celica consegue boas médias devido à caixa de 6 e tem outro trunfo que é muito menos visto que os 320. Falaste no HF Turbo (um amigo meu mostrou-me um à venda antes de comprar o celica e disse que fui um burro em não o comprar) mas sinceramente não é carro para mim. SOu grande fã do percurso da Lancia no rally mas realmente o carro é como um Kit car, mas ao contrário, pois em vez de comprares o carro desmontado e montá-lo, compra-lo montado e ele vai se desmontando 🙂 Menos de 120 cavalos podem não te encher a barriga mas tens por exemplo o Mazda MX-5 que com 110 na versão NB e 115 na versão NA (primeira versão, sem catalizador) são carros divertidíssimos que sem dúvida que te iriam deixar com um sorriso na cara mais forte do que qualquer carro de tracção dianteira, nem que tivesse 300 cavalos 😉 Outra opção é o Toyota MR-2, motor ao meio, leve, consegue ser o carro mais divertido que já conduzi, mesmo entre Honda S2000, Celica GT-Four, GT86, M3, etc!

  9. megas

    Amigo hattori bom dia

    toyota mr2 mais divertido que m3??? não deve ser neste planeta decerteza xDD
    motor no meio indica estabilidade, e quando saí de traseira já não há nada de nada a fazer…já foste, abraça o poste. M3 indica tracção atrás distribuição 50/50 e quando saí de traseira é quando ele entra no habitat dele.
    Se ati te dá mais gosto ir de dentes ferrados no volante olhos bem abertos e todo em stress a fazer as curvas mais perfeitas possivel vai para o mr2 (isso para mim é competição não divertimento e falta cv ao mr2 bastantes até) tudo bem . Mas para maior parte dos entusiastas sentir a traseira a querer vir para a frente mas a convidar ser domada tens que ir para o M, isso sim é diversão pura, não precisas de ir a mais de 60 para curtires largo….no mr2 bahhh quem os tem que fique com eles.

    e depois esse honda s2000 nessa lista……bem é melhor nem entrar por aí visto que é um dos meus all timers.

    RWD sempre melhor que FWD no factor diversão….SEMPRE

Inicie sessão ou registe-se para comentar.