Criar Diário

Rover 416 Tourer

Jacinto | | 4 Comentários | 4178 Visualizações

  • Marca
  • Modelo
    416 Tourer
  • Motor
    K-Series 1.6
  • Cor
    British Racing Green
  • Potência (CV/NM)
    113
  • Utilização
    Diária
  • Quilómetros
    105 000
  • Data Matrícula
    05/1998
  • Consumos
  • Urbano
    --.- l/100km
  • Extra-Urbano
    --.- l/100km

Sobre o Carro

A história desta carrinha remonta para o acidente do Concerto dos meus pais, em 2009, do qual o Honda saiu em bastante mau estado.

Inicialmente, a ideia era encontrar um outro Concerto para ser dador de peças, mas por outro lado, o meu pai queria algo mais recente, mais espaçoso, de preferência uma carrinha.

Como, já desde os meus 4-5 anos, eu tinha reparado nesta carrinha, sugeri o modelo ao meu pai… Mas, como ignorante que era, fiquei de pé atrás devido ao seu motor (queima-juntas, e tal), e, mesmo tendo o até então bastante fiável 213, à “mancha negra” da marca.

O meu pai, tendo já contacto com algumas destas carrinhas e outros Rovers com K-series nos tempos me que trabalhava para a ACP, disse-me que não tinha motivos para me preocupar.

Assim sendo, apareceu-nos este exemplar, na altura com 77 000km.

Tinha algumas marcas de cidade, e nota-se que teve muito tempo ao sol. Ainda assim, gostamos imenso dela, e acabámos por ficar com ela 🙂

A carrinha era usada inicialmente apenas para deslocações mais longas, até ao momento em que a Austin Montego queimou a junta (pela 2ª vez, devido ao mau trabalho de rectificação na reparação da 1ª), pelo que a partir daí passou a ser usada diariamente pelo meu irmão.

Agora, dado que ele adquiriu o seu carro, e devido a algumas maleitas do 213 (uma delas, novamente, a junta… No D14A1 :D), tenho sido eu a usar a carrinha.

Foi esta a responsável pelo meu gosto relativamente aos Vikings mais “recentes”, adoro a sua estética, cor, conforto, suavidade, as madeiras, os cromados, a grelha, o ronco grave do K-Series e a sua garra!

Considero-a das carrinhas com linhas mais elegantes que existiram, ainda nos dias de hoje, em algo semelhantes às Touring da BMW.

Em termos de problemas… Bem, começou cedo. Uma semana depois da compra, deixou-nos à porta de casa devido ao rotor, mas depois, só quando chegou aos 90 000km deu para encontrar alguma maionese no vaso de expansão. Andou 7000km assim, até se romper um tubo devido, talvez, a uma obstrução causada pelo óleo no circuito, ou pressão a mais. Novamente, fê-lo apenas ao chegar a casa!

Como maleitas, temos os já referidos riscos de cidade e afins, umas manchas no capot devido a porcaria de pássaro, forras das portas deformadas, forro do tecto a descolar, e ferrugem na zona das dobradiças das malas, algo que é comum nestes modelos. Já teve o problema do fole da manete das mudanças estar descascado, mas também já se resolveu, com a troca pelo do Concerto.

Tenho adorado a carrinha desde o 1º minuto. Mas, apesar disso, continuo com saudades do meu Rover 🙂

Aspectos Positivos

  • N/A

Aspectos Negativos

  • N/A

Extras / Alterações

Motor

  • N/A

Audio

  • N/A

Interior

  • N/A

Exterior

  • N/A

Imagens

4 Comentários

  1. gymkhana

    “Em termos de problemas… Bem, começou cedo. Uma semana depois da compra, deixou-nos à porta de casa devido ao rotor, mas depois, só quando chegou aos 90 000km deu para encontrar alguma maionese no vaso de expansão. Andou 7000km assim, até se romper um tubo devido, talvez, a uma obstrução causada pelo óleo no circuito, ou pressão a mais. Novamente, fê-lo apenas ao chegar a casa!”

    heheh, parece que teve um AVC :=)

  2. Jacinto

    Não, tem o bem melhor série K da Rover. As Tourer que sairam com o motor Honda foram somente as primeiras, e, a meu ver, as menos interessantes do modelo. Desde o motor, que não me agrada particularmente, passando pelo tablier, que é igual ao do Concerto e não o do mais recente Rover 200, assim como alguns toques exteriores, como é o caso das jantes (as Tourer com motor Honda tinham as mesmas jantes que coloquei no 213, e as com motor Rover já vêm com as que previamente só eram encontradas no Rover 220 Turbo (Tomcat).

Inicie sessão ou registe-se para comentar.