Criar Diário

Honda CR-Z – GT Line

NeckPeck | | 7 Comentários | 2159 Visualizações

  • Marca
  • Modelo
    CR-Z - GT Line
  • Motor
    1.5 i-VTEC (LEA Engine)
  • Cor
    Preto
  • Potência (CV/NM)
    124 cv/174 Nm
  • Utilização
    Diária
  • Quilómetros
    13.000
  • Data Matrícula
    07/2010
  • Consumos
  • Urbano
    --.- l/100km
  • Extra-Urbano
    --.- l/100km

Sobre o Carro

Carro comprado em Junho de 2010 e ainda com poucos quilómetros.
Aspectos Bons:
– Motor Honda: Com apenas 114cv de motor de combustão mais 10cv de motor eléctrico consegue ser mais rápido que muitos carros com mais cvs. O único caso que tenho de comparação é o outro carro que possuo um 2.0 TDI da VW com 143cv.
– Interior: Muito bem conseguido. Apesar de os materiais não serem os melhores a qualidade de construção e acabamentos são muito bons. Tudo é muito suave ao toque.
– Equipamento: Pelo preço pedido é impossível ter um carro com tanto equipamento. Possuo a versão GT e por 24.000€ (na altura claro…) faróis xenon, bancos aquecidos, sistema de som, espelhos eléctricos, AC automático, ligação Ipod, usb, aux. Sensores de chuva, luz etc…
– Sistema de som: Outra vez como base de comparação o outro carro que possuo que tem um sistema de som AUDI que não chega nem aos pés deste.
– Consumos: Embora o meu consumo neste momento seja de 6,2l/100km, já fiz 4,7L/100. Consumo de Diesel mas é preciso andar com muita paciência
– Prazer de Condução: Ja andei em BMW’s, Audis, Mercedes, Kias, Toyotas, Renaults… nenhuma marca consegue fazer o que a Honda faz. O prazer de condução que se tem neste carro é imensurável. Não é o carro com mais prazer de condução que existe… mas por 25k€ e com 124cv é impossível haver mais algum. Quem já conduziu um S2000 ou um NSX não irá notar muita diferença a conduzir este carro. É mesmo realmente divertido de conduzir.

Aspectos Maus:
– O sensor de luz baralha-se com facilidade: As vezes a meio da tarde anda sempre a desligar-se e a ligar-se nunca se decide.
– Os lugares atrás são uma anedota: Esqueçam o 2+2. É um carro de 2 lugares. Atrás é so para crianças.

Opiniões:
– Penso que com 140cv de motor e 10cv de motor eléctrico a Honda poderia ter reinventado o automóvel. Se com 114 é assim, com 140 voava. Bastava ter metido o 1.8 i-VTEC do Civic.
– O chasis é muito bom. A coisa mais divertida de fazer com este carro é atirar para as curvas. É aí que se percebe o tempo que a Honda passou na construção do chassis e a preocupação pelo peso que tiveram.
– Os pneus que vieram com o carro (POTENZA RE050A) são do melhor. Pequeno problema, como agarram muito, gastam-se muito. Neste momento vão a meia vida.
– O motor eléctrico é muito útil. Este carro tem 124cv, 174Nm e faz subidas em 5ª às 2000RPM’s.
Para um carro N/A com um motor de 114cv de 1.5L é uma grande proeza. Tudo isto leva a baixos consumos e ao mesmo tempo à noção de potência disponível a qualquer rotação.
– Prazer de condução como referia em cima é incrível.. Nem parece que estamos a guiar um carro com tão poucos cavalos. É espectacular. Se você gostar de carros e de prazer de condução e o seu limite for 30.000€ e não tiver 2 “apêndices” para os bancos de trás então considere este carro como opção.
– Travagem: Bem chegamos a parte onde todos os Honda falham. Não trava mal, mas o meu Seat ibiza 1.9 TDI de 2001 consegue travar bem melhor. (mas convém referir que tem travões brembo e pastilhas ferodo premier) Penso que o problema sejam as pastilhas que a Honda utiliza. Aquecem muito rapidamente e perdem poder de travagem
– Caixa de velocidades: E agora a parte boa de qualquer Honda. É simplesmente a melhor caixa de velocidades em qualquer carro até à fasquia dos 50.000€. Uma pessoa sente-se mesmo ligada ao carro. É incrível o prazer que o simples engrenar uma mudança tem.
– 3 Modos de condução:
ECO: não vale a pena.. so para cidade porque se não o carro perde todo o prazer de condução. No entanto, importa referir que quando se esta a realizar uma ultrapassagem, o CB percebe isso e disponibiliza a potência toda. Bem feito o sistema.
NORMAL: Um equilíbrio entre os outros dois… Eu costumo usar este. O carro é um carro normal e a potência também esta lá.
SPORT: Basta manter o pé exactamente no mesmo sitio do acelerador em modo normal e passar para sport. O carro dá um “empurrão” para a frente. Fica muito mais vivo.. mais atiçado. O barulho aumenta e o motor eléctrico passa a dar assistência total ao motor de combustão.
– Sistema de escape: Para um carro “stock” não está nada mal. Faz barulho.. mas parece aquele barulho forçado. Não é o barulho de um motor potente. Mesmo assim, para o factor psicológico funciona..

Fotos para breve porque as que eu tinha perderam-se com a morte do meu computador em dezembro passado. Videos também.

Aspectos Positivos

  • N/A

Aspectos Negativos

  • N/A

Extras / Alterações

Motor

  • Stock

Audio

  • Stock

Interior

  • Apoio de braços - HONDA

Exterior

  • Stock

7 Comentários

  1. Hattori

    Adoro. Estou num clube de hondas (ja que os meus pais têm um civic nave de 2006) e conduzi um cr-z gt top em Novembro e adorei. Posso afirmar que ao nível de condução, é tão bom quanto o meu celica. concordo que quando falas na potencia, esses 140 cavalos ficavam no ponto. Também já conduzi um S2000 de um amigo e tirando o facto da tracção traseira ser completamente diferente de dianteira, o CR-Z é um verdadeiro Honda, que infelizmente tem vindo a desistir dos desportivos. também achei os bancos de trás uma anedota, pois nem sequer há altura para uma pessoa de estatura média como eu (1,70m), aliás, na américa sai apenas com 2 lugares. resumindo achei um carro muito divertido de conduzir, algo que não achei nos Sciroccos, e carros do mesmo segmento actualmente.

  2. Hattori

    Continuação – Podem ter mais potência mas potência não é tudo!!

    Resumindo, parabéns pela máquina, estima-o 😀

    ps: nesse evento honda andei também à pendura num CR-Z com kit estético Mugen e suspensão mugen (tão directa, 5 estrelas)

  3. NeckPeck

    Obrigado Hattori. Será mesmo estimado. Ainda não dormiu na rua nem um dia 😀

    Sim a potência não é tudo. Basta ver o MX-5 o desportivo mais vendido do mundo. É tudo uma questão de peso baixo e um chassis muito bem construído a meu ver. Mas a vontade (que vai acontecer) de meter o bicho com 140cv é muita. É que é realmente incrível o que estes 114 conseguem fazer.
    De resto… é perfeito.
    A suspensão mugen deve ser um mimo… já andei num Civic Type-R Mugen e quem disser mal daquele carro não entende nada sobre prazer de condução. É incrível mesmo…
    A que evento estás a referir.te?

  4. Hattori

    Foi um Encontro de um fórum (espírito | Honda), regista-te lá 😉 a honda cedeu aos administradores dois CR-Z’s, o GT Top branco que conduzi e o CR-Z com o kit Mugen . És de que zona?

  5. NeckPeck

    já sei. Conheço o forum.. mas não tenho muita paciência para essas coisas. Geralmente a maior parte das pessoas lá não espirito nenhum… ao menos é essa a minha experiência.
    Sou de Lisboa, zona de Oeiras.

Inicie sessão ou registe-se para comentar.