Criar Diário

Honda Cr-Z

Explozzed | | 80 Comentários | 8613 Visualizações

  • Marca
  • Modelo
    Cr-Z
  • Motor
    1.5 i-VTEC SOHC + IMA
  • Cor
    Branco
  • Potência (CV/NM)
    124/174
  • Utilização
    Diária
  • Quilómetros
    13000
  • Data Matrícula
    N/A
  • Consumos
  • Urbano
    6.3 l/100km
  • Extra-Urbano
    5.2 l/100km

Sobre o Carro

Meu primeiro carro, matricula de 2012.
Estou bastantes satisfeito até ao momento. Para um carro híbrido, consegue surpreender bastante pela positiva, principalmente a nível de performance e prazer de condução.
.
Para o preço que este carro custa novo, é a meu ver a opção de entre os carros novos da actualidade que disponibiliza mais equipamento, motor, divertimento ao volante, qualidade de construção e acima de tudo fiabilidade Honda.
.
Faz qualquer um mudar a sua opinião sobre os carros híbridos (incluindo eu), a caixa de 6 velocidade manual permite tirar todo o potencial que o 1.5 VTEC tem para oferecer, e tem sempre aquela ajudinha do sistema IMA (motor eléctrico) para as acelerações, disponibilizando um grande aumento de binário mesmo a baixas rotações. Tudo isto permite que o carro circule sem qualquer tipo de problema em 5ª velocidade a 50km/h, o que ajuda bastante a reduzir os consumos, mas ao mesmo tempo temos uma maquina que dá os 140 km/h em 3ª, deixando muitos carros com mais potência para trás a ouvir o belo ruído do carro a altas rotações.
.
O comportamento não podia ser melhor, mesmo sendo o carro bastante leve, os pneus Bridgestone Potenza têm grande aderência, sendo possível curvar a grande velocidade, fazendo o queremos do carro, o que incentiva a brincar um bocadinho, mas sempre sem perder o controlo, graças também ao ESP, que está lá para quando precisamos.
.
Quanto aos modos de condução (Sport, Normal e Econ), todos eles são bastante úteis e é bastante notável a diferente resposta do acelerador em cada um deles, permitem assim o carro adaptar-se a qualquer tipo de situação ou estrada.
.
Por enquanto ainda está todo original, assim vou ter de o manter durante mais uns tempos. Contudo ideias não faltam, os produtos da Mugen para este carro são bastante atractivos.
.
*** O consumo indicado tem causado alguma surpresa aos visitantes do diário, o carro ainda é quase novo e pouco saiu da cidade, com paciência consegue-se fazer médias inferiores a 6 l/100 em circuitos urbanos
.
************************************************* SPECS *************************************************
.
Engine Type: In-Line 4-Cylinder
Engine Block/Cylinder Head: Aluminum-Alloy
Displacement (cc): 1497
Horsepower @ rpm (Combined: engine (SAE net) + electric motor): 122 @ 6000
Torque (lb-ft @ rpm, combined engine (SAE net) + electric motor): 128 @ 1000 – 1750
Redline (rpm): 6300
Bore and Stroke (mm): 73 x 89
Compression Ratio: 10.4 : 1
Valve Train : 16-Valve SOHC i-VTEC®

Aspectos Positivos

  • Performance
  • Consumos razoáveis
  • Comportamento em estrada

Aspectos Negativos

  • Lugares Traseiros

Extras / Alterações

Motor

  • Caixa: 6 M/T
  • Sistema IMA

Audio

  • Comandos Radio no Volante
  • Stock
  • Radio com USB

Interior

  • A/C Automático
  • Quadrante Digital
  • 2+2 lugares

Exterior

  • JLL 16
  • LEDs diurnos

Imagens

80 Comentários

  1. Miguel Lucas

    Bem vindo!

    Um carro que tenho muito interesse em saber o feedback, muito se fala, mas gostava de obter a opinião de um proprietário.

    Se precisares de ajuda nas fotos , diz.

    Abraço

  2. Hattori

    Grande máquina. Já tive oportunidade de testar um e adorei a resposta do motor. Nota-se que o carro é levezinho, pesa cerca de 1000kgs. Pena não ter sido vendido como um 2 seater como nos USA, os lugares traseiros chegam a ser cómicos =( De resto, nada a apontar, muito divertido, um bom carro para se ir a uma serra divertir.

  3. Explozzed

    Obrigado, em breve adicionarei as fotos e mais algumas informações sobre a experiência de conduzir este carro.

    (A Marca ali em cima surge em branco, alguém sabe a razão disso acontecer??)

  4. QMaia

    Excelente carro!
    Cheguei a ponderar comprar o Insight ou o CRZ, mas nao sou fa de automaticos e o CRZ é mais de 2 lugares…
    Gosto imenso do aspecto interior dos Hondas, tem aquele ar futuristico como se fosse do filme Tron.

  5. Explozzed

    Obrigado QMaia!
    Sem dúvida que o ar futurista do carro, e toda a tecnologia presente foi um dos factores que me levaram a ficar “apaixonado” por esta maquina.

  6. gymkhana

    “POTÊNCIA (CV/NM) 124/174”
    “temos uma maquina que dá os 140 km/h em 3ª, deixando muitos carros com mais potência para trás”

    Os 124 cavalos já é com os 15 cavalos do motor eléctrico! Esse carro pesa mais de doze centenas de quilos.
    Dizes-me que com a bateria carregada, dás uma abada por exemplo ao Mito 1.3 a gasóleo de 120 cavalos (até tem menos potência) que faz dos 0 aos 100 mais de um segundo antes que esse? Em recuperações então nem vale apena detalhar.
    O carro até pode consumir em média menos um litro e meio que um equivalente só a gasolina, de resto, anda sempre menos e é mais pesado para curvas.

  7. Explozzed

    O meu andamento não tem sido propriamente para poupar, e a cidade em que vivo devido as constantes subidas não ajuda em nada os consumos. Ainda assim na minha opinião compensa para o carro que é, não se pode comparar este a um Insight ou um Prius, esses sim são verdadeiros híbridos. O sistema eletrico neste carro só la está para dar um “empurrão” ao motor de combustão, nunca trabalha somente em modo elétrico.

  8. Explozzed

    gymkhana, não referi aqui nenhum outro carro em especifico, mas o que disse ali é um facto que já outros condutores de CR-Z’s poderam comprovar, e não é só a potencia que está em causa, é claro que o sistema VTEC esta em grande vantagem em comparação com a tecnologia utilizada por outras marcas.

  9. Explozzed

    Cerca de 2000km, ainda só tenho carta há uns 4 meses, gostos são gostos, compreendo perfeitamente que há quem não aprecie o carro, e têm todo o direita a isso:)

  10. gymkhana

    Por acaso acho o interior o forte do carro.
    O resto é para esquecer.
    Há bocado enganei-me, é o 120 cavalos a gasolina a que me referia.

    “o que disse ali é um facto que já outros condutores de CR-Z’s poderam comprovar” comprovaram com que outro carro? Fiat Panda 60 cavalos?

  11. Hercx

    Um motor a gasolina faz sempre mais rotação que um diesel, pode ter menos potencia, mas enquanto um diesel tem 130 cavalos entre as 3 mil e 4 mil rotacoes (quando o turbo esta em accao) e depois muda de mudanca, este vai com 120 cavalos (com variacoes ligeiras de potencia) por muito mais rotacoes, dai acreditar que isto ande mais que alguns carros com mais potencia, devido a curva de potencia deste carro ser muito constante e o motor fazer muita rotação.

  12. Explozzed

    Exacto, mas parece haver pessoas que não vêem isso.

    Mas como não criei o diário de bordo para criticar ninguém, só tenho a dizer a todos os interessados em saber mais sobre o carro, ou alguma questão que tenham, que estou à vossa disposição para responder ao que precisarem. Foi esse o meu objectivo e claro poder partilhar com os apaixonados dos automóveis a minha experiência ao volante deste carro.

  13. teixeira86

    Muita malta não sabe das capacidades que tem um carro híbrido, eu estou mais dentro dos modelos da Toyota mas penso que a Honda seja o mesmo principio. Podes te dar por contente com a maquina que tens, gosto bastante do design do carro quer a nível exterior como interior apenas peca pelo espaço nos bancos de trás. E outra coisa, Honda e está tudo dito.

  14. Explozzed

    Nessa ultima frase é que disseste tudo! Nunca pensei em ter um Honda como primeiro carro, mas considero-me bastante sortudo por ter surgido esta oportunidade.

  15. Hercx

    E um bom carro, mas na minha opiniao, o seu defeito nao e so o espaco dos bancos de traz, para mim, o defeito dele é o nome. Chamar a este carro de CR-Z foi arriscado, pois relembra o antigo CR-X e sao carros muito diferentes. O antigo era um verdadeiro demonio para quando saiu, suspensao independente, 135 cavalos, leve como uma pena, andava que se fartava e o povo quando viu CR-Z e estava a espera do mesmo (pelo menos eu estava). Mas nao, a onda arriscou e lancou um hibrido desportivo, so a palavra hibrido ja assusta muita gente, depois devido as leis de seguranca, o carro e mais pesado e devido as leis de poluicao, nao e tao potente. Mas continuo a achar que deve ser um bom carro, parabéns pela compra e muitos e bons kilometros.

  16. franciscojbarros

    Parabéns pelo carro, é muito bonito, ando a tentar convencer a minha namorada a comprar também um Honda CR-Z.

    Não costumo comentar o comportamento de alguns utilizadores mas o caro gymkhana já chateia um bocado, não há diário de bordo em que não se note o bota baixismo face ao seu Alfa Romeo Mito. Sem querer desprezar a escolha, cada um compra o carro que quer, não apenas pela performance, porque senão andava tudo de BMW M / Porsche / etc…. ou seja algo em que o teu carrito de menina (sim é um carro de gaja tal como um Fiat 500) nem toca nos calcanhares.

    P.S: Não leves a mal mas gostos são gostos, há quem goste de amarelo, cor de rosa ou azul. E eu adoro o CR-Z e detesto o Mito, é algo que espero a mítica Alfa Romeo não repita (ao contrário do Giulietta / 159 / 8 / GT).

    Abraço.

  17. teixeira86

    Não vejo qual é o mal de ter um hibrido, tá bem que por exemplo o design de um prius não puxe a atenção de um jovem e acho que foi aqui que a Honda quis chegar com as siglas cr-z, atrair os jovens para os híbridos.

  18. jorge costa

    Explozzed, gosto do teu carro! Também aprecio a tua atitude aqui no “Diário de Bordo”. O importante é a a partilha da paixão pelos automóveis. Continua assim!

  19. teixeira86

    E outra coisa, eu não vou tar a comprar um carro só porque anda mais ou menos do que o do vizinho, compro porque gosto e pela exclusividade e até aqui podes-te dar por contente de teres um carro exclusivo que quando passas na rua sempre atrais olhares com este carro do que se fosse outro qualquer.

  20. Explozzed

    Obrigado a todos pelos comentário 🙂

    Acho que foi uma boa aposta da Honda ao tentar revolucionar o conceito de “Hibrido”, que muitos têm ideia de ser aquele carro aborrecido, em que a estética não é nada atractiva, etc… Criaram assim o primeiro híbrido desportivo, e acho que estão a caminhar num bom sentido.

  21. Explozzed

    Exclusividade, é bom sentir isso, sem dúvida. Aqui na zona ainda só vi 1 ou 2 e apenas de passagem, o que faz com que este carro dê nas vistas ao passar na rua.

  22. megas

    por acaso este veiculo não custumava estar parado frente ao antigo 60fica nos carvalhos? é que é muito parecido, pensei que os consumos fossem bem menores, até a minha megas bebe menos e bebe diesel e tem mais binário e só tem um motor e menos 14cv xD entre esse carro e um megane coupe, todos os dias um megane, e ainda por cima com motor 1.6 dci bem que só vias a traseira do megane, e gasta menos xD

    ele carrega as baterias com electricidade?se sim falta esse custo… as baterias são alugadas? é que se não forem tens 4 ou 5 anos até gastar umas belas notas roxas a trocalas….há provas de fiabilidade comprovada do sistema IMA ? não…..140km/h em terceira no redline? se sim continua assim …..

    continuo céptico até que se possa comprovar esta tecnologia com um espaço de 10 anos, ao menos o preço é atractivo começa em 22mil nada mau, a nivel de estética a minha opinião é que não gosto, não foi este que foi inspirado num peixe? tragam de volta o crx

    de qualquer das maneiras o meu comentário não é destinado a picardias nem para denegrir nimguem nem nenhum carro, apenas é o que acho deste modelo, de qualquer forma as minhas felicitações ao dono e muitos e felizes kilometros

    abraço

  23. Hercx

    Explozzed concordo contigo, ja disse que ‘e um bom carro, e partilho do teu ponto de vista de nao comprar o carro para andar mais k o vizinho, se fores ver, eu conduzo um A3 de 1999 1600 convertido a GPL. Tambem entendi o porque de lhe chamarem CR-Z por isso disse que foi arriscado e nao disse que foi errado, e digo mais, se fosse comprar um hibrido este era possivelmente a minha escolha. Concordo tambem com alguns pontos de vista do megas, mas descordo de outros, nao tenho informacoes sobre esses 1.6 DCi, mass tenho um amigo meu que tem o modelo antigo, com o 1.5 DCi e so lhe tem dado problemas, pelo que me deu a entender esses motores nao sao feitos para durar muito tempo, o dele apos os 190 mil kilometros o que gastou em manutencoes e reparos dava para comprar outro megane em segunda mao (mais uma vez relembro que nao tenho informacoes sobre o 1.6 DCi)

  24. teixeira86

    Não sei até que ponto um 1.6 DCI consegue ser mais fiavel que este 1.5 I-vetec. De 4 em 4 anos para mudar as baterias, vai-te informar melhor sobre hibridos, a Toyota aqui esta a dar 5 anos de garantia nas baterias. Não sei se se lembram do primeiro prius, sim aquele de 1997, à um na minha empresa ainda a com a bateria de origem e o carro anda todos os dias pois ele não tem outro.

  25. Explozzed

    Estou apenas a responder as tuas questões megas,
    Não sou dessa zona por isso não era este xD
    As baterias, assim como todo o carro têm 5 anos de garantia, e carregadas através do motor de combustão, não gastando electricidade e não são alugadas.

    Quando ao 1.5 dci tenho cá um em casa e é um motor com muita pouca fiabilidade e que desenvolve muito pouco até o turbo entrar, opinião que partilho com quem percebe realmente desses motores. O 1.6 dci pelo que tenho ouvido já é um motor mais equilibrado, no qual tenho algum interesse sinceramente.
    Uma vez que comprei este carro por um preço ainda mais reduzido do que o que referiste, um megane iria sempre custar-me mais 5 ou 6 mil e nunca ter a mesma fiabilidade pela qual a Honda é conhecida (ainda é muito cedo para falar da fiabilidade deste carro claro).
    Não leves a mal nada do que disse, porque na minha opinião tens um carro bastante bonito e do qual gosto (tenho uma igual cá em casa).

  26. speedy

    Carrinho engraçado… aspecto futurista, desportivo… apenas fico um pouco de pe atras vendo o que ta debaixo do capo e o que faz… acho que 124cv para um 1.5 com um electrico ao lado… acho pouco…

    acho que a honda devia explorar mais esta ideia do desportivo hibrido. um motor electrico consegue fazer muito, e bem aproveitado acho que a honda podia ter feito um carro com mais potencia, e era capaz de ter chegado bem aos 140/150cv. sim, um carro hibrido e mais pesado, curva pior, quando se ve uma arvore é porque ja batemos nela… isso são historias, os porsche antigamente davam mais de rabo que uma pega ali na rotunda, e agora ninguem fala nisso. as coisas evoluem, e o caminho actual que todos gostamos nao vai ser a soluçao no futuro, e acho que a honda ao tomar este rumo tem futuro.

    eu nao sei se comprava este carro se tivesse oportunidade, deixa-me um pouco de pe atras devido aos 124cv que, como ja disse, acho pouco para o que o carro pretende ser. no entanto, nao deixa de ser um bom produto da honda.

    estima muito, pega na moça e levem-no a dar uma volta grande um dia, leva o carro pa fora da cidade, ve bem o que faz, e vai partilhando o que achares, a ver se o pessoal ve que hibrido nao e assim tao mau 😉

  27. teixeira86

    Engraçado é que, e vamos falar em marcas europeias já é o que a malta gosta, está tudo a optar por híbridos Ferrari, VW, Audi, Porsche, Citroen, etc, etc, e ninguém se queixa que as baterias é para mudar em 4 anos e porque curvam mal e porque isto ou aquilo. O que eu te digo é que tens um bom exemplar e que faças muitos kms nessa maquina.

  28. QMaia

    Ao ler estes comentarios estou a lembrar-me de uma publicidade da Peugeot que anunciava um 207 “desportivo” com um 1.4 de 90cv a gasolina lol.
    Isto veio-me da ideia de quem diz que 124cv é pouco…

    Vamos pensar um pouco…
    1 – O motor electrico na altura do arranque consegue dar um extra de x binario e ajuda nas aceleraçoes mais fortes, logo tem mais força que um carro a gasolina normal.
    2 – Sim usar o nome “CR-Z” foi uma tatica arriscada, mas foi para ir de encontro aos jovens, que ainda tem a referencia do que era um CRX. Embora o CRX tinha capacidade para 4 adultos e nao 2 adultos e 2 criancas.
    3 – O carro é um Honda, creio que isso ja diz algo de si, com um V-Tec que é um motor bastante reconhecido pela sua fiavilidade ha alguns anos.
    4 – Apesar de ser um hibrido tem uma manual de 6 velocidades, um dos muito poucos, o que fomenta o prazer de conduçao.
    5 – O facto de ser hibrido ajuda a combater os impostos inerentes a ter um motor um pouco mais potente. Nao esquecer que hoje em dia os carros tem “obrigação” de ser mais economicos e amigos do ambiente, tornando-se mais monotomos de serem conduzidos e apreciados.

    Por favor, nao comparem um motor a diesel com um motor a gasolina…sao conceitos diferentes…
    Quando aos Dci, ja experimentei e conheco quem tenha um 1.5 Dci e nao é dos motores mais fiaveis do mercado e arrasta um tanto…
    Quanto ao 1.6 Dci 130cv, para mim, nao é nada mais que imitarem o que a Kia comecou com o 1.6 CRDi 128cv que ate a algum tempo tinha o unico 1.6 potente mais acessivel no mercado.

    Partilho do mesmo ponto de vista que o Explozzed, o que se quer é ter um carro que se goste, ao nosso gosto e que seja exclusivo (sei bem o que isso é 😉 ).

  29. speedy

    QMaia, eu sei que o motor electrico tem uma resposta muito mais bruta que o motor a gasolina, nao apontei o dedo ai. mas vamos olhar bem o isto nao e para tar assim tao longe do segmento dum civi type-r, ou um abarth ou outro compacto desportivo. é suposto ser um carro pequeno, desportivo, direccionado mais aos jovens… as mesmas caracteristicas dos hot-hatch. simplesmente foi por uma via diferente, optou por um sistema hibrido, o que acho bem, e também disse que a honda devia explorar mais esta ideia. mas voltando atras, acho que para o a honda quer fazer com este carro, precisa de mais uns poneis debaixo do capo… mas isto e o meu ponto de vista, o teu pode ser diferente, vamos começar a discutir isto nunca mais saimos daqui.

    nao sei quem daqui ja trabalhou com motores electricos, mas eu ja na universidade, e simplesmente ligando um motor daqueles à tomada (por assim dizer, nao e so ligar o cabo), aquilo saltava do chao devido a força que tinha! eu sei quais as vantagens dos motores electricos, e todos começam a ver isso, e so olhar à tesla, que pegou num lotus, espetou-me motores electricos ali do nada e aquilo anda mais depressa do lotus original…

    e como disse, so acho que para o que o carro quer ser, falta-lhe alguns poneis debaixo do capô 😉

  30. Explozzed

    Percebo o teu ponto de vista, mas mais uns cavalitos ia significar mais consumos, CO2, impostos etc… Ainda assim o carro mexe-se bem, e quem já o experimentou pode comprovar isso, mas sem duvida que quem quer um carro só pela velocidade esta não é a opção mais acertada 🙂

  31. jorge costa

    Muito se fala aqui sobre potência. Não é o mais importante num carro.
    Falando apenas de performance será mais agradável ter um motor com bom binário, bem distribuído. O mesmo se passa com a potência – claro que quanta mais melhor, mas se tiver grandes fossos de “vazio”, a condução será comprometida.
    O desempenho da mecânica deste Honda é linear, com uma boa resposta desde muito baixos regimes. Além do mais é suave e silencioso.
    Se tivermos critérios apenas racionais a solução será sempre a de um pequeno diesel ou um gasolina a GPL, já que agora têm “livre circulação”, mas quando se escolhe um automóvel (e se tem paixão por estes) não se pode pensar assim.
    Toda a inovação técnica e estética deste carro fazem-no ser desejável. Compraria um.

  32. tiago lucio

    6.7l/100km é demasiado para um hibrido…apesar de teres um bom carro este sistema ainda nao se equipara ao do meu…a honda ainda tem mt a desenvolver para tornar tudo mais eficiente, para conseguir tirar o maximo de desmpenho com o menor consumo possivel.
    Eu por exemplo no meu a fazer medias de 180/190 km/h faço medias na ordem dos 6.2/6.3 litros aos 100 km e estamos a falar de um motor 1800cc.

  33. Marcelo Abreu

    @QMaia

    O motor 1.6Dci da Renault já existe há algum tempo, ainda não tinha era sido apresentado em Portugal..
    E antes da Kia, já a Ford e o grupo VAG tinham um 1600cc com 130cv, certamente bem mais fiável que esse CRDI

    Quanto ao honda, aprecio bastante o seu design e na primeira vez que vi um, até parecia um prototipo, devido às suas linhas tão fortes! É um carro muito interessante, um carro jovem e desportivo

    Bons km’s com a máquina
    Abraço

  34. Explozzed

    Obrigado aos dois.

    tiago lucio, o teu Auris só pelo facto de ter a caixa automática e poder trabalhar somente em modo elétrico faz logo uma grande diferença nos consumos, já tive oportunidade de experimentar um e tenho a dizer que também gostei do carro.

  35. QMaia

    @Marcelo Abreu

    Nunca vi esse 1.6 da VAG, o unico 1600 que conheco deles tem no maximo 115cv, depois passam para os 2000. Contudo nao sou adepto do “vapor” e conheco muita pouca gente que tenha um CRDi e diga que tem problemas com eles ao contrario do que acontece com os VAG.
    Alias se alguem poe uma garantia de 7 anos é porque confia na fiabilidade do seu produto ao contrario de quem poe so 2.
    Quanto ao Ford nao tinha conhecimento desse motor, mas de certeza que nao é tao acessivel de preco como o CRDI.

    Quando falei na potencia no post de cima nao estava a falar de um post especifico, estava a falar no geral.
    Sim concordo que podia ter um pouco mais de cavalos, mas nos dias de hoje, 124cv ja sao bons.
    Isso dos consumos tenho a certeza que é temporario, pois o motor ainda é novo, com o uso e tempo ele la vai consumindo um pouco mais.

  36. Pedro_Mendes88

    Falaram aqui do Crx e na aposta da Honda ter sido demasiado arriscada… Sinceramente acho que este carro se chama Cr-Z por ser um coupé nada mais… Quem teve um CRX quando eles saíram não vai ter um CR-Z porque as cruzes já não deixam… Só se for uma crise de meia idade 🙂
    Sinceramente também estava a espera de algo com mais garra…
    Explozzed parabéns pelo carro diverte-te e curte muito a exclusividade que tens 🙂

  37. BrunoAndrade

    Concordo , deve ser um carro espetacular, no entanto penso que o motor electrico deixe muito a desejar.
    Este carro a meu ver tem uma estética impecável , interiores, tudo .. mas com um motor um bocadinho mais agressivo seria do melhor 😀

    Sim , tanto da mugen como da spoon há aí muito por onde escolher , força nisso ! 🙂
    parabéns pelo carro !

  38. Explozzed

    Mugen, Spoon, HKS, K&N etc… Só é preciso perder o amor ao $$, adquirir um novo sistema de admissão e uma linha de escape para ficar perto dos 140 cv 🙂

  39. Hattori

    Explozzed, e todos os que comentaram aqui… eu no modo normal, quando testei este carro andava a fazer consumos de 3,5-4 e consumos de 7 quando realmente puxei por ele (nunca subiu mais de 7) não acho que consuma assim tanto. Ps: o meu civic, 1.4 gasolina em consumo misto de percursos de mais de 150kms eu consigo fazer médias de 4,5… Compensa diesel? Pah… pra mim não, além do mais é cancerígena.

  40. megas

    entre compensar diesel ou gasolina, a resposta é GPL 😉 e sim o diesel conpensa muito mais todagente sabe isso nem vale a pena falar, se compararmos apenas consumos sem falar de preço porque há pessoas que fazem 10km por dia e há quem faça 500km logo o preço de compra (do carro) entre um e outro depende dos quilometros que se pretende fazer mas que compensa mais compensa. Hattori gostava mesmo muito de ver esses 4.5 de consumo misto, secalhar enganastete deve ser mais 5,4 e mesmo assim em misto só muito devagar mesmo.

    para quem diz que os 1.5 dci tem lag de turbo , não estou bem a ver esse problema, o turbo entra as 1800 o carro anda sempre nas 1000 , 1 segundo é assim tanto? é um motor tam rotativo tam bom nas curvas não intendo, se me dissessem que ele não tem ponta (190km/h) e pouca força (250nm) 100% de acordo agora lag isso não…e quanto á fiabilidade a minha vai cm 63.000 nunca teve problemas , o megane do meu irmao esta perto de 120,000 nunca teve problemas, as pessoas compram um burro para fazer trabalho de cavalo de corrida depois não resulta. Mas tenho aqui DB e comprometo-me a reportar a fiabilidade da minha megas como faço avolta de 100km diarios não falta muito. para os “tenebrosos” 120.000 que tanta gente diz ser o fim dos dci ahah

    quanto ao motor 1.6 a renault limitou-se a copiar a Kia?????????????????????????????? mas não é esse o objectivo? superar a concorrência?

  41. Explozzed

    Como em tudo é preciso sorte, a megane que cá tenho em casa, ainda nem 40.000 tem e apenas faz o percurso casa-trabalho e já teve por mais do que uma vez de passar umas horas na oficina… Quanto ao turbo noto principalmente em 2ª que demora muito a responder. Contudo em auto-estrada mexe-se bastante bem.
    Quanto à questão diesel/gasolina, no meu caso compensa pouco faço poucos Km’s diariamente. E a diferença de um carro equivalente a diesel dá para fazer muitos, mas muitos kms a gastar gasolina.

  42. megas

    pois lá está a unica coisa que compensa é mesmo no preço que aí a diferença dá para muitos quilometros, tem mais a vantagem de se vender posteriormente melhor e com menos perda de valor mas pronto isso não interessa, para quem anda muito compensa a diesel , no meu caso de 100km por dia a andar a gasolina……….

    quais são os sintomas dessa megane? é a 3 ou a 2?
    não arrasta nada se mudares de mudança como ela pede ela nem desce do pico de binário , tens de te habituar e de pensar que cada motor tem as suas manias e suas manhas , tens de conduzir como ele quer ser conduzido não como te apetece, eu gosto dos dci mesmo pela rotatividade ou seja a rapidez que ele tem em subir e descer de rotação, faz-me lembrar (vagamente claro) uma mota que já tive DT nervosinha xD

    abraço

  43. Explozzed

    Mas muitas das vezes não faz sentido ter de meter uma primeira, porque a segunda não consegue desenvolver o desejado, temos mesmo de esperar pelo turbo, e ai sim fica um motor bem nervoso xD
    E tenho que concordar que gasolina para quem faz esses quilómetros é algo impensável.

  44. Hattori

    Amigo Megas é 4,5 e já fiz menos depende do percurso mas os 4,5 têm cidade à mistura. O carro foi escolhido para os meus pais, é deles, mas não me importo de fazer um teste um dia destes e mostrar-to 😉 Talvez consiga menos de 4,5 🙂

  45. QMaia

    O dci dispara as 1800, isso para mim isso é tarde. Quando precisas de força nao podes simplesmente carregar, tens que mandar uma abaixo.
    È uma questao de sorte nao te dar problemas, mas a reputaçao dele é mesmo dar problemas.

    Na compra de um carro é indispensavel fazer conta aos quilometros anuais, para quem faz muitos o diesel é o ideal e para quem faz poucos a gasolina. Embora o GPL esteja a se tornar uma alternativa , ainda nem toda a gente alinha nesse “tabu”

    Hattori usas gasolina 98? Um amigo meu tem um civic com a mesma cilindrada e aquilo é bem modesto nos consumos, embora ele nao tenha computador de bordo para precisar-los.

  46. QMaia

    Mas pode usar tambem 98…
    Ao usar 98 o carro vai andar mais suave e solto, e tambem os consumos podem descer um pouco, embora parece uma contradição.

  47. QMaia

    E podes meter uma 98 Lowcost, tipo jumbo e continente, que nao tens problemas.

    Ja o mesmo nao acontece com o gasoleo, pois é mais complexo na sua composição e o gasoleo lowcost é um produto apenas com o minimo dos minimos para poder ser vendido.
    Ja fiz experiencias com 20 euros com gasoleo low cost e gasoleo normal e notei bastante a diferenca no rendimento do motor. So que ja sei que muitos vao dizer que o gasoleo é todo igual, masé como discutir sobre o que é melhor… Pepsi ou Coca-cola…

  48. Hattori

    O civic que estou a falar é o mais recente, de 2006, com as ponteiras de escape triangulares!!! usava 98 mas o carro é dos meus pais e eles agora metem 95. No meu Celica só ponho 98 e faço médias de 6…
    Carros de altas rotações convém usar 98, aliás, o S2000 diz mesmo na tampa da gasolina para se usar apenas 98!!

  49. megas

    hattori gostava mesmo de ver uma foto desses 4.5 em misto, em AE não é nada dificil agora misto acho muito dificil, tenho um primo com um Kia 1.0 , 3 cilindros a gasoleo e a média dele é 4.3/4.5, mas ele conduz sem se preocupar minimamente com isso (assim também eu xD) agora tu falas de um civic 1.4, 4 cilindros a gasolina a fazer a mesma média acho muito dificil, só mesmo a andar muito devagar, também consigo fazer média de 4.8/5.1 na minha megane , simplesmente não tenho paciencia para isso e os 6.0l que bebe nem é assim tanto. e a velocidade que eu faço é entre 110km e 140km, tudo normal 🙂

    quanto as gasolinas lowcost, nem diesel nem gasolina, a gasolina não lubrifica em condições e é muito seca, o gasoleo é muito espesso e até faz efeito lixa nos injectores bombas e etc… Pessoal metam-se longe disso. Usar 98 é sempre melhor em termos de performance e até pode gastar menos, a 95 acaba mais rápido que a 98, pelo menos é essa a impressão que tenho com os carros a gasolina que tenho.

  50. QMaia

    Megas isso nao é impressao é verdade mesmo, ja comprovei pessoalmente e fiquei espantado.
    A gasolina nao é so para arder? Nao tinha conhecimento que lubrificava, na minha ideia era so o gasoleo.

  51. megas

    lubrifica sempre por onde passa, tem atenção que muitas das peças/tubos são de plastico, borracha ou derivados disso, desde vedantes etc…quanto mais seca for mais corrosiva é e isso é muito mau, mais uma vez falo por experiencia em motos em que ainda mais peças de borracha são utilizadas e ainda por cima a rotação é sempre muito maior, as minhas andaram sempre com gasolina em condições a do meu pai e de um amigo meu andaram com gasolina do jumbo e pingo doce, passado pouco tempo tinham os vedantes todos secos e quebradiços , isso é assunto que nas minhas maquinas não pode acontecer, mas cada um sabe de si.

  52. gymkhana

    Gasolina seca é quando o depósito está cheio com ar!
    98 melhor performance?
    Que se há-de dizer!!?
    Se tens um Subaru com 300 cavalos ou um Lamborghini claro, porque quanto mais octanas mais resistência à pressão e temperatura a gasolina aguenta e portanto, permite que a ignição seja “mais retardada” aumentando torque, eficiência e potência pah.
    Até no meu carrinho com menos de 200 cavalos, não faz qualquer diferença 95 ou 98. É o efeito placebo, que baixa o consumo às vezes.
    Quando meto 98 teóricamente fico com mais 6 cavalos disponível. Num carro que pesa mais de 400 quilos, não se nota essa diferença.

  53. megas

    refiro a seca no sentido de ser mais corrosiva, ou seja na propria mistura tem menos gasolina e mais agentes corrosivos.
    1º lugar nimguem te faltou ao respeito para estares a falar assim…. pah??? mas eu conheço-te de algum lado por acaso?
    2º qualquer veiculo movido a gasolina que não seja turbo independente da cilindrada e cv beneficia de usar 98 dizes bem dá mais binário, se for turbo tambem beneficia mas sente-se menos.
    3º 98>95
    4º a 98 dura mais , comprovado com uma viagem de 2000km deves conhecer o PORTUGAL DE LÉS A LÉS pois eu fiz, para lá a 95 e para cá a 98, 98 dura mais , vai tomar um placebo e acalma os animos e passa a aprender por experiência. nando

  54. gymkhana

    Se levas a mal o “pah”, não te dou mais “pahs” prontes :), ninguém quer pessoas aborrecidas com termos de camaradagem, eu às vezes exagero, vê lá que até falo com pessoas na rua que nunca vi na vida, aqui já trocamos tantos comentários que considero-te como um dos meus melhores amigos do motoresPT, hehehe. Tou lixado contigo, quer dizer, com você!
    Só pode comprovar uma coisa em “ambiente científico”, não é num dia a conduzir com uma coisa e no outro outra coisa. A sério que em motores fraquinhos o aumento de octanas não faz diferença. É como tirar 50 quilos num Fiat Uno, fica o mesmo, tiras os mesmos 50 quilos num F1, e aquilo faz acaba corridas 2 minutos mais rapidamente.

  55. megas

    aí é que te enganas em motores mais fracos ainda se sente mais, nas motos é uma diferença enorme usar 95 e 98 motores mais pequenos é impossivel, depois posso dizer que que o 1.4 do meu irmão também se sente bem a diferença em beneficio da 98, no 3.0i 260+ cv também se sente e no v6 2.5 200+ cv não se sente tanto talvez por ser em V e em todos posso afirmar com toda a certeza que se sente diferença e que dura mais. No teu podes não sentir tanto por ser turbo porque a diferença maior está nas rotações mais baixas daí durar mais porque n e preciso puchar tanto para um andamento normal, tendo turbo não há necessidade de usar 98

  56. megas

    no futuro vou ter em consideração a tua maneira de ser e não levar a peito a tua atitude demasiado in your face, no problem 😉

  57. gymkhana

    oh Megas agora não dizes coisa com coisa, então o Subaru Impreza racing turbo wr qualquer coisa com intercooler gigante e tudo, tira benefício da 98, vê o video dos britânicos a comparar gasolina marca branca 95, de marca 95 e marca 98. oh!
    Isso dos cilindros em V ou horizontal não é variável, é mesmo a capacidade volumétrica, daí dizeres com razão que numa mota (menos potente, mas com muito maior potência específica) faz diferença.
    Só por causa desta discussão toda, até sou capaz de fazer um video manhoso a comparar 95 com 98 com o meu carro, depois já sei que vais dizer que apanhei vento contra (que é possível, não troco de 95 para 98 em 5 minutos, nem no próprio dia para ser mais rigoroso) e depois ainda pego num vw polo 1.0 com 45 cavalos (de origem) já só deve ter 40… e faço o mesmo.
    Vou repetir em Renault, com o Megane RS notar-se-á diferença, especialmente em velocidade de topo, mas não deve ser assim muita. Num Ferrari 458 (se pudesse levar 95 que acho que nem pode) notar-se-ia uma diferença abismal. Num Opel Corsa 1.2 não se nota mesmo, é só mesmo efeito placebo.

  58. megas

    já vi esse video a muito tempo, estava a falar de carros +ou- normais isso já é diferente nao falo disso porque não percebo 🙂 a disposição do motor ser um V ou em linha mesmo com a mesma cilindrada tem diferença de binário mesmo por ser em V já soube explicar o porque, agora já me esqueci, mas os motores em V tem mais binario que os normais isso posso afirmar.
    Acho que fazes muito bem em fazer um video desses, agora ponho-me a pensar que devia ter guardado os taloes da gota do les a les, tens sempre beneficio , 98>95 é sempre melhor

  59. gymkhana

    O que me explicaram que nada tem a ver com binários, é que o vertical é o mais barato e mais simples. O horizontal é muito mais complexo em especial no que toca a lubrificação, mas reduz o centro de gravidade e permite maior rotação devido às vibrações serem opostas, o V é o misto dos dois.
    Sempre melhor 98 sobre 95… enfim. Para as gasolineiras deve ser. Na carteira é que não é de certeza. Se com 95 consegues fazer 12 cêntimos o quilómetro, com 98 a não ser que custe praticamente o mesmo, que só acontece quando a 95 está a um preço estúpido, não compensa. Ou seja, se a diferença for de 18 cêntimos, que é comum, precisas que o consumo baixe 10%, que é um bom bocadão. Num CR-V que consuma 5 teria de atingir 4,5, e isso pura e simplesmente não acontece, mas claro, não experimentei em “laboratório”.

  60. Explozzed

    Discussão interessante sem duvida, no dia em que experimentar 98 no meu CR-Z também vou dar a minha opinião. Até lá não me posso manifestar 🙂

  61. megas

    oh nao estou a falar de preços, se queres poupar andas “a pé” 🙂 estas a falar dos boxer certo? já não sei onde vi isso , mas já se sabe que existe muita desinformação na internet, vou pesquisar o assunto.

  62. QMaia

    Se vamos falar de custos, apresento ja aqui um motor em que todos concordamos que é um bebado, que assim ja chegamos a acordo de algo xD. O motor rotativo Wankel.

    Sobre a disposição dos motores, nao sei muito sobre o assunto, mas o pouco que sei é que os verticais sao mais compactos e mais faceis de integrar num carro e que os V’s sao mais pre-dispostos para aplicaçoes desportivas.

    Sei que este motor seria muito bom, caso alguma marca pega-se nele e o tenta-se desenvolver…
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Quasiturbine

  63. megas

    o wankel dá muitos problemas, esse quasiturbine não fazia ideia mas também nunca foi usado num carro … o wenkel precisa de mudar de oleo a cada 7.000km, e bebe muito, tém vantagem expetacular de se ter “2 motores” até meio da rotação é um 1300cc depois passa para o dobro 2600cc devido á velocidade do motor ser muito maior e com capacidade para fazer 9000rpm sem esforço. Mas pelo que se ve nos foruns do RX8 é um motor que tem que ser revisto a cada 50.000km e não é uma operação nada barata. Demasiados riscos com poucos beneficios, não é uma opção viável.

  64. QMaia

    Estava… deixaram ou vao deixar o motor rotativo de lado, agora estao a concentra-se na tecnologia Skyactiv.
    Um bom motor foi o Quasiturbine que mostrei ao megas, que pode usar varios tipos de combustivel, mas que deve ter alguns problemas, visto que nenhuma marca pega nele e é muito desconhecido…

  65. Ivan Carvalho

    Tens um carro que tem me demonstrado algum interesse ao longo destes tempos… Aspecto negativo nesse carro para mim é mesmo a electrónica, não gosto de carros com toda essa electrónica.

  66. Explozzed

    Foi também essa a minha principal duvida antes de adquirir o carro, e a única razão que me fez pensar duas vezes antes de o comprar. Eu mesmo digo que se existisse uma versão diesel ou a gasolina sem ser hibrido, eu iria preferir, mas possivelmente este carro não ia ser meu, devido ao aumento que o preço ia receber por causa de impostos, etc…
    Também tenho medo de problemas que o sistema hibrido possa vir a dar, mas até à data ainda não me deu qualquer razão de queixa, mas claro que ainda é bastante cedo.

Inicie sessão ou registe-se para comentar.