Criar Diário

Honda Civic

JasonAlex | | 13 Comentários | 11004 Visualizações

  • Marca
  • Modelo
    Civic
  • Motor
    1.5 LSI
  • Cor
    Preto
  • Potência (CV/NM)
    90cv 119 Nm
  • Utilização
    Diária
  • Quilómetros
    176000
  • Data Matrícula
    02/1992
  • Consumos
  • Urbano
    8 l/100km
  • Extra-Urbano
    6.5 l/100km

Sobre o Carro

Na altura que andava á procura de carro nunca imaginei que iria sequer ia acabar por ter um Honda.
Este é o meu primeiro carro, efectuei a compra a meio de Setembro de 2011, usado já a contar 171.000km.
O meu interesse na altura era um carro com uma boa mecânica e que não precisa-se de andar constantemente a correr para a oficina.
Na altura o carro veio com o motor bem preso tanto que consegui fazer com 10€ (6l e pouco) 129km, mas apesar disso comportou-se muito bem chegou a tocar os 180km/h e ainda com muito para dar.
A viatura veio um bocado pouco estimada mas mais a termos de interiores, resumidamente, ponteira, colunas de 10cm e buracos de 20cm na chapeleira (apenas um exemplo) entre outras coisa.
Ponto forte que me apaixonei logo foi o modo como abre a mala(igual aos smarts), primeiro abre o vidro e depois o resto para baixo(até pode ser usado como banco).
Como estou a estudar mecânica e gosto de carros achei um bom projecto para restaurar e o por a minha maneira.
É um carro baixo, mesmo de origem pois normalmente entrando no carro o “chão” do veículo está ao mesmo nível enquanto no Civic ainda afunda perto de 3cm o que da a sensação de se ir coladinho ao alcatrão.
Apesar de já ser datado mantém umas linhas actuais apelando ao traço desportivo que consegue chegar mesmo a tocar, de interiores sente-se bem o espaço e conforto principalmente tendo os bancos do VTI.
Tem boas prestações, pecando pela falta nas recuperações, problema que é facilmente resolvido aplicando a MPFI (Multi Point Fuel Injection) sistema de injecção utilizado no Civic Lsi Coupe, ponto em que a Honda falhou pois os motores são os mesmos apenas mudando esse pormenor e a centralina é claro.
Passando a explicar o DPFI é um sistema injecção mono-ponto consistindo em 2 injectores, enquanto o MPFI trata-se já de um sistema multi-ponto já usando 4 injectores e passaria-mos a ter a mesma cavalagem do Copue (105cv)
Apesar desta pequenas falhas, é um motor bem vivo quando necessário.
Em termos de manobragem enquanto não se aprender os truques, se abusar-mos dele, ele acaba por responder fugindo um pouco (aprendi da pior forma, primeira noite com o carro foi o primeiro susto).
Aconselho vivamente para primeiro carro pois mantem-se actual esteticamente apesar dos aninhos que já leva, não é nenhum foguete mas também não se deixem enganar pelo seu pequeno motor… Trás já uns extras bons de fábrica como espelhos eléctricos, A/C, faróis de nevoeiro(era escolha na altura, tanto que existem alguns que não os trazem), vidros eléctricos…

Aspectos Positivos

  • N/A

Aspectos Negativos

  • N/A

Extras / Alterações

Motor

  • D15B2
  • DPFI (Dual Point Fuel Injection)
  • 4 Cilindros em linha
  • 16 Válvulas, SOHC
  • 1500cc
  • Travões Ventilados

Audio

  • Ligações Sub-Woofer
  • Ligações Amplificador
  • 2 Tweeters
  • Autorádio Denver
  • 6 Altifalantes

Interior

  • Bancos Vti

Exterior

  • Pneus 195/55/R15
  • Jantes 15'' Averbadas
  • Panela IEPower
  • Kit Rebaixamento 30mm

Imagens

13 Comentários

  1. Hattori

    Lindo, adoro este honda, ou já não tivesse conduzido também um LSI várias vezes, que é da família 😀

    Falta aí o símbolo Honda à frente, de resto, pouco mais terás a fazer em termos de estética, só um pormenor ou outro. Abraço 😉

  2. vascorama

    3 hondas que tenho em casa e nenhum me deu desgosto nenhum. o VTI claro…é o meu carro de eleição e já conta com 280.000 sem nunca ter levado nada, nem embraiagem sequer! (e não sou poupadinho…carro de cidade e volta e meia leva com cada esfrega que só ele sabe).
    O 1.4 e o 1.5 também são bons carros(são os 3 de >1996 ), embora os consumos não fujam muito do VTI, por isso o meu conselho é se vires algum vti estimado(raro, muito raro) compra, não te vais arrepender :), é kilómetros e kilómetros em 4ª e 5ª, a subir e a descer, a 40km/h ou a >200. Grande máquina.

  3. JasonAlex

    Obrigado pelas opiniões.
    Hattori se te mostra-se alguns pormenores de interiores já vias o pouco estimado que estou a falar 😉 só que também será para restaurar, com t€mpo.

    Vascorama na altura estava confinado a um orçamento relativamente curto e nem imaginava que ia acabar por buscar um Honda, a primeira coisa que me meteu medo foi quando vi os crash test xS

    Brevemente irei por a foto da traseira para verem já a panela aplicada.

  4. Pinball83

    o meu 1º carro foi também um civic idêntico ao teu com a única diferença de ser um EX (1.3 com 75cv) de 1995 mas com potência semelhante a um 90cv… com ele, cheguei aos 190kmh sem grande dificuldade.
    Tive-o durante 7 anos em uso diário e NUNCA me deu problemas!!!
    Gostei tanto dele que decidi continuar na Honda, mas procurei um com um pouco de mais raça, e agora, tenho um coupé de 2000.
    Esse, é com certeza um carro que não te deixará ficar mal! Com algumas simples modificações consegues dar-lhe mais vida. Apesar da sua idade, tem pouquíssimos km…
    Aproveita-o!

  5. JasonAlex

    Novas mods a caminho, nomeadamente dependendo do t€mpo:
    Pinball83 nunca pensei vir adorar tanto o carro e agarrar-me a ele, foi uma grande surpresa que compensou a espera do primeiro carro 😉

  6. markituh121

    Desculpem vir aqui “reavivar” este DB mas eu tinha que ver que civics LSI andavam por aqui. D15B2, um motor que é muito rebaixado visto ser o motor mais comum no EG (Pelo menos na minha terra) e não estou a falar em mods, estou a falar em standard, é tudo EG4.

    Quanto ao carro, gosto bastante deste Honda, em parte porque tem um sitio especial no meu coração (não este aqui!) e em parte porque é uma criação que nunca é apreciada como deve de ser por pessoas que não entendem. O motor D15B2 é um motor de um tanque, apesar de deixar um pouco a desejar no departamento da potência e mods, ganha bastante na fiabilidade, apesar dos consumos não serem brincadeira. Outra coisa a apontar, que o dono já apontou, é o carro ser bastante baixo e como as estradas de Portugal estão em bastante bom estado pode-se rebaixa-lo como quisermos (*sarcasm* isso na verdade causou-me problemas). As jantes na verdade ficam bem, mas prefiro meter outro tipo de JDM flavour nisso. Outra coisa que dá pena nesse carro é ter travões de tambor atrás os quais eu odeio e troca-los por travões de disco não é fácil nem barato. Uma mod para o D15 é meter a cabeça do D16Z7 VTEC nele (tem que se meter o harnés elétrico e o ECU p28 por causa do VTEC mas fica-se com cerca de 120, 130cvs). Adoro este carro. E quando o meu estiver para dar as últimas vou fazer um swap para um B16A2 e fazer um track missile. Cheers!

  7. JasonAlex

    Nova maquilhagem, jantes brancas e grelha. XD
    Ao user markituh121 sim é um motor como mas que já começa a ver melhores dias em termos de mod’s.
    Já começa a aparecer as primeiras conversoes para DOHC Non-Vtec (mod para levar turbo)
    Em relação a mudar os travões não é assim muito dificil é quase plug and play tendo sim que depois levar para ser tudo afinado ao promenor, problema em que já se torna mais dificil, mas trocar para o sistema de travagem do ESI é quase tirar um e por outro 😉

Inicie sessão ou registe-se para comentar.