Criar Diário

Alfa Romeo GIULIETTA

diogovale9 | | 163 Comentários | 16334 Visualizações

  • Marca
  • Modelo
    GIULIETTA
  • Motor
    1.6 JTDm-2
  • Cor
    Preto Etna
  • Potência (CV/NM)
    105cv 320nm
  • Utilização
    Diária
  • Quilómetros
    14500 km
  • Data Matrícula
    09/2011
  • Consumos
  • Urbano
    6.7 l/100km
  • Extra-Urbano
    5.6 l/100km

Sobre o Carro

Aqui venho eu apresentar o meu diário de bordo da minha Alfa Romeo Giulietta.
Vou-vos contar o percurso desde os primeiros carros com que andei até a aquisição do meu primeiro carro!

Comecei por andar no Seat Ibiza 1.2 a gasolina da minha mãe, carro de compras, um automóvel de 2003 de Janeiro com 43.000km quando peguei nele. Foi o carro que eu utilizei para ir as aulas, dar umas voltinhas com os amigos, ir a praia e principalmente aprender a conduzir (dentro dos possíveis). Adorei ter a possibilidade de mal tirar a carta ter um carro, mesmo sendo emprestado, para dar umas voltas e realmente é um carro que me dava imenso gozo conduzi-lo. Adiante, conduzi o carrito do meu pai também, um Mitsubishi Carisma 1.6 a gasolina também, com 100cv de 1999 de Abril, este sim, era um carro que mesmo sendo 1.6 com 100cv tinha uma força brutal mas era um pouco pesado para quem tinha tirado a carta a pouco tempo como eu. Por fim andei também com o carro do meu irmão, um Toyota Corolla 1.4 já a gasóleo, com 90cv de 2004 de Dezembro, era um carro prático e cómodo para o dia-a-dia, adorava chegar as 3 mil rotações para sentir o turbo a “despertar” quando subia os Cabos de Ávila.

Com isto tudo um dia a minha mãe já chateada comigo por eu andar sempre a “roubar” o carro nela e ela nem lhe tocava, disse para eu comprar um carro para ver se eu lhe deixava o Seat em paz (coitado do carro, sofreu um pouco comigo).
Eu não fui de modas, comecei a ver carros na net e comentei com o meu irmão que finalmente a nossa mãe tinha-me dado autorização para comprar um carro. Ele ficou logo entusiasmado, e disse logo, Alfa Romeo Giulietta! Já aos meses que o meu irmão andava-se a babar por um e eu também. Prontos, digo e feito, uma quarta-feira fui com a minha mãe ver a bella ao Italian Motor Village de Alfragide onde o vendedor nos mostrou o carro, foi sexo sobre rodas, completamente!
No Sábado seguinte voltei lá com o meu pai e o meu irmão e fiz o test drive, eu e o meu irmão (ele não resistiu) e comprei!

Alfa Romeo Giulietta Distinctive 1.6 JTDm-2 com Pack Premium + Pack sport 17” preto etna (adoro o efeito vermelho ao sol), e na sexta-feira seguinte fui buscado. Estava tão contente e eufórico que quando sai de lá e “enfrentei” a primeira subida com a MINHA BELLA, deixei-o ir a baixo (maçarico eu sei), a minha mãe ia tento um ataque cardíaco pois estava no carro e pensava que ia bater no carro de trás mas meti o carro a trabalhar e arranquei suavemente.

Hoje a minha Giulietta já tem 9 meses e ainda não tive nenhum problema grave. Já a levei a IMV por causa da caixa de velocidades pois custava a engrenar a 1ª e 2ª relação mas depois de eles resolverem o problema nunca mais tive dores de cabeças com a caixa.

A Giulietta é completamente espectacular, nunca me canso de dizer isto…
Há coisas que não se conseguem descrever com palavras, só sentindo-as e a Giulietta é uma delas.

Actualização:
– 22/09/2012 – Instalação de uma panela dupla.
– 05/10/2012 – Instalação das capas nas maxilas da frente.
– 07/12/2012 – Instalação do filtro K&N e substituição dos badge QV brancos por uns badge QV cinzentos.
– 04/05/2012 – Remoção dos espaçadores temporariamente para ir a Alfa Romeo ao abrigo da garantia.

Aspectos Positivos

  • Sistema DNA
  • Estética

Aspectos Negativos

  • Qualidade de certos plásticos do interior

Extras / Alterações

Motor

  • Filtro K&N
  • Panela Dupla de Escape

Audio

  • OEM

Interior

  • Tomada de isqueiro no tablier (dentro da tampa central)
  • Led’s interiores
  • Alarme Meta System by Alfa Romeo Alarm
  • Jogo de tapetes com o nome Giulietta a Vermelho
  • Volante forrado com pele perfurada dos lados
  • Friso iluminado Alfa Romeo
  • Protecção de bagageira Alfa Romeo

Exterior

  • Pintura Vermelha nas maxilas
  • Kit Xenon 6000k
  • Tampas para os pipos das válvulas em alumínio
  • Led's na matrícula
  • Capas nas maxilas da frente
  • Difusor inferior traseiro do 2.0 JTDm-2
  • 2 Ponteiras de maiores dimensões
  • Remoção da publicidade da matrícula traseira
  • Remoção do lettering Giulietta da traseira
  • Parafusos anti-roubo para jantes com alargadores de vias da Butzi
  • Badge QV Cinzentos
  • Alargadores de vias de 16mm a frente e atrás da Eibach

Empresas a que confio este automóvel

  • Expopneu

adicionar empresa

Imagens

163 Comentários

  1. Miguel Lucas

    Bem vindo Diogo,

    Senti muita “paixão” no seu texto! Acho bastante saudável termos uma grande paixão pelo nosso automóvel, era tão bom que fossemos todos assim! hehe
    É um carro muito bonito, que juntamente com o MiTo deram uma nova “imagem” à marca!
    Esses consumos são a andar normalmente ou com pé pesado? As ponteiras são OEM?

    Tem de visitar os outros Giulietta que por aqui andam.

    Abraço

  2. diogovale9

    Obrigado Miguel.

    É verdade, gosto muito da Giulietta e do seu comportamento. Sim, o MiTo e a Giulietta vieram numa boa altura para a marca e fizeram com as pessoas e as outras marcas olhassem com outros olhos para a Alfa Romeo.
    Os consumos estão um pouco elevados para o motor que é pois praticamente só ando em cidade e é sempre percursos pequenos e também o Dynamic da Giulietta não ajuda muito a conter os consumos. As ponteiras são da linha acessórios da Alfa Romeo, são de 100mm. A Giulietta 1.6 só trás uma ponteira de 60-70mm (se não me engano) então decidi comprar o difusor do 2.0 e colocar 2 ponteiras de escape maiores, sendo que a do lado direito é puramente estética (por enquanto).

    Há muitas Giuliettas daqui que eu já conheço de um forum da Alfa Romeo mas é sempre bom voltar a ver.

    Abraço

  3. markituh121

    Sempre adorei o Giulietta, apesar de recentemente preferir o MiTo por causa do design e de terem feito um protótipo GTA (AWESOME!!!!!!!). Esse é dos meus motores a diesel favoritos, e aliado ao design do carro é uma conbinação perfeita. Parabéns pela “Bella Macchina”. E lembra-te do slogan da Alfa que acho que se adequa bastante ao dono e ao carro “Senza cuore saremmo solo macchine”.

  4. diogovale9

    Obrigado markituh121.

    O 1.6 JTDm-2 que eu tenho é mais que suficiente para a utilização que dou a Giulietta e quando quero puxar um pouco mais pela “Bella” meto no modo Dynamic e aproveito o aumento de binário e overboost ao máximo, é completamente viciante :O
    Mas o 1750 da versão QV deve ser cá uma coisa, ando mortinho para fazer um test-drive num desses.
    Os verdadeiros entusiasmas de carros dizem que quem gosta mesmo de carros tem de ter ou conduzir pelo menos uma vez um Alfa Romeo e na minha opinião confirma-se, como eu disse na descrição, é algo que não se consegue descrever, sente-se!

  5. markituh121

    Isso é verdade e esse sistema DNA é óptimo, eu pessoalmente prefiro os V6 antigos (os Bussos) mas estes novos motores JTS são óptimos e esses JTD da Fiat são a melhor opção para quem quer consumos baixos, e ao fim de semana ir dár umas voltas por umas estradas sinuosas.

    Quanto à afirmação da condução do Alfa é completamente verdade, eles tem vários problemas a niveis elétricos e etc, mas são lindos, e para os que têm o motor Busso v6 ouvir aquele barulho e quando se abre o capot ver aquela obra de arte é apaixonante. E sim a condução dos Alfas é ótima, e uma das coisas a fazer na vida antes de morrer é conduzir um Alfa.

  6. diogovale9

    Os V6 da Alfa são lindos e dão um sonzinho 😛 Hoje vou a noite a um encontro da Alfa Romeo e deve lá aparecer um ou outro 156 V6, deixo desde já o convite a quem seja de Lisboa a aparecer nos Jerónimos pelas 22h, é um encontro da Alfa Romeo mas se gostar de carros pode aparecer, vai lá aparecer um M3 de um ex-dono de um Alfa também.

    Os problemas eléctricos antes eram muito frequentes mas desde que a Alfa Romeo mudou para a Bosch os problemas tem vindo a diminuir mas em questão dos barulhos parasitas continua, parece que não é defeito é feitio 😛 Os materiais do interior dos Alfas podiam ser de melhor qualidade, por exemplo, a porta da Giulietta é capaz de conter 5 tipos diferentes de plásticos, claro que isso não ia ajudar a reduzir o barulho parasita.

    Mas é claro quando olhamos para um Alfa e vemos bem a sua beleza a nível estético esquecemos todas as coisas menos boas da Alfa, qual barulhos parasitas qualquer que, tenho um Alfa Romeo e é isso que interessa! <3

  7. markituh121

    Claro! Ter um Alfa é o que interessa. Eu sempre quis ter um 156 2.5 v6 há algo naquele carro que me faz adora-lo. Mas ter qualquer Alfa é bom o suficiente. Só mesmo entrar na garagem e ver aquele simbolo já deixa uma pessoa contente o resto do dia. Os carros Japoneses são a minha vida, assim como o seu respetivo tuning á la JDM, mas eu sempre que tenho a opurtunidade de ver um Alfa nunca recuso… Quando vi o meu primeiro 166 V6 em coimbra não podia acreditar no que tinha à minha beira, foi mágnifico, e nenhum dos meus amigos conseguiu entender o meu ar quando olhava para o carro, mas adorei. Já vi montes de 156 2.5 V6 e esses são os que eu quero mesmo, então com um simbolo da autodelta de lado, deus mio. Quanto á qualidade de construção não é má mas sim os Alfas têm bastantes problemas com esses barulhinhos do plástico, mas penso que isso é bom porque, ninguém conseguiu ver um Alfa (neste caso antigo) assério até parar numa valeta e abrir o capot para encontrar aquele belissimo motor que faz tudo mover. É mesmo magnifico e só a exclusividade de ter um Alfa de 4 portas é altamente, e descer a nossa rua com ele ainda melhor, muito melhor que ter um BMW ou Mercedes… Porque isto é que é exclusividade.

  8. teixeira86

    Adoro o design Alfa e ao contrario do que dizem, são excelentes carros com excelente motor. Já tive a oportunidade de dar umas voltinhas num 156 GTA e aquilo é sorriso de orelha a orelha.
    Tens ai um belo exemplar, parabéns pela macchina.

  9. markituh121

    teixeira86, tiveste uma “oportunidade do caraças” Andar num GTA deve ser das melhores coisas de sempre… Eu sempre preferi o 147 GTA, mas o 156 é tão bom, ou melhor… Agora só falta esperar por um diário de Bordo de um V6 dessas Bellas Macchinas.

  10. markituh121

    Isso era ótimo teixira86, era bom ver por aqui um desses V6 da Alfa e sim andam bastante, e tem bastante “Kick” se é que lhe podemos chamar assim. Nada molengões.

  11. diogovale9

    pjmanso eu trato a minha Giulietta por “a” pois para mim ela é a minha menina, como se fosse uma filha 😀
    Eu já andei num 156 2.5 V6 e aquilo anda muito bem, tem uma excelente responta ao acelerador, gostava de andar num 147 GTA 3.2 V6 pois a nivel de segmento é muito parecido ao meu mas como só há 2 existentes em Portugal (se não me engano) não me parece nada facil andar num desses..
    Se andasse numa Giulietta QV 1750 já ficava todo contente 😀

  12. Gr0te

    Olha quem ele é (captain slow da camorra Giulietta x’D)! Então rapaz? Andas por aqui a mostrar o teu SUV? loool Porta-te e felicidades por estes lados 😉

  13. diogovale9

    MiguelGP Obrigado e o teu Grande Punto também é muito bonito, estou a ver que também gostas da traseira clear como eu 🙂

    Gr0te é verdade, criei ontem o meu DB aqui para mostrar ao pessoal.

    megas os meus espaçadores são de 16mm a frente e atrás da Eibach, o Sr. Gr0te e mais uns quantos rapazes que tem Giuliettas andam-me a dar na cabeça para meter umas molinhas da Eibach para rebaixar um pouco o carro, como o Gr0te já tem mas eu queria meter ao mesmo tempo uns amortecedores com espigão mais curto. Logo se vê o que decido fazer.

  14. markituh121

    Tem que haver dinheiro para fazer isso não é? Concordo com eles o carro está mesmo muito alto.

    Quanto ao 147 GTA é o meu sonho mais alto andar num desses é um carro perfeito, pena não puder acelerar a fazer curvas senão lá se vão os pneus da frente… É Italiano e basta xD.

    Era ver um Brera 3.2 V6 ai nos diários de bordo.

  15. markituh121

    Quem tem 34 000 euros ai parados? Dava jeito alguém ir comprar um Alfa 147 GTA que está á venda aqui em Portugal, só mesmo para fazer o diário de bordo daquela “bella macchina”.

  16. MiguelGP

    O dono desse GTA ou Stand estão Loucos … 31 mil , mais vale não colocar o carro á venda , nos tempos que correm só 1 em 100 compra esse carro . Não é toda a gente que sabe apreciar carros italianos …

    diogovale9
    Coloca lá um foto ai com as luzes ligadas, quer as da frente os daylight e as luzes traseiras . É qualquer coisa de belo ver essas luzes !!

  17. markituh121

    MiguelGP, penso que não porque se vires os quilómetros que tem está praticamente novo. É um carro novo em folha e se vires um Evo 8 com esse quilómetros por esse preço é porque sabes fazer negócios. Acredita que é barato.

    diogovalente9 O carro que está no stand virtual é o mesmo que eu encontrei só que o meu foi no OLX e o dono pede mais 3 mil euros, mesmo assim acho que valia a pena comprar a bella macchina e aquele motor faz-me derreter todo, só o preferia em vermelho (Rosso Alfa) porque branco não se adapta à minha caracterização de um 147 GTA, acho que tem que dar nas vistas tipo um Ferrari só que mais pequeno e melhor.

    Cheers Buds 🙂

  18. jorge costa

    diogovale9, a tua máquina está muito bonita! Mas, como diz o pessoal, precisa de rebaixamento – urgente! As duas saídas de escape resultam muito bem neste modelo, ao contrário de outros (por exemplo no Laguna parecem duas “pilecas”).
    Não gastes dinheiro a mexer nos amortecedores, coloca as Eibach que já são estudadas para “casarem” com os de origem.

  19. diogovale9

    jorge costa o que mais me preocupa são as viagens ao norte com a mala cheia e com 5 pessoas no Alfa e outra coisa que me preocupa se rebaixar e entrar para a garagem pois para entrar tenho uma rampinha e assim como tenho a Giulietta passa com pouco espaço.

  20. markituh121

    diogo arranjas maneira de melhorar isso, porque assério esse escape duplo atrás fica lindo de morrer na Giullieta e com um rebaixamento quase que parece a ideia que o designer sempre quis ter mas que não resultou.

  21. diogovale9

    markituh121 tens razão mas se instalo as molas da Eibach e depois a Giulietta não me entra para a garagem..

    MiguelGP já meti 3 fotos das luzes da frente e de trás como tu me pedis-te mas como ainda estava de dia não ficaram perfeitas mas dá para ver o feito que elas dão.
    Se vires a traseira de uma Giulietta a noite não tem como enganar pelo efeito das luzes traseiras.

  22. markituh121

    Eu adoro quando vejo um Giullieta a travar á minha frente, aqueles Leds trazeiros são lindos de morrer.

    Quanto à garagem pesquisa sobre cenas tipo espaçadores de altura ou assim, coisas que elevem o carro na entrada da garagem e depois possa entrar sem problemas porque era ótimo vê-la rebaixada…

  23. Olavo

    Esse Alfa 147 GTA está à venda num stand daqui do Funchal, há cerca de 4 anos atrás havia outro vermelho à venda aqui, também de 2003, se não estou em erro, depois uma rapariga comprou-o… Já me disseram que há um outro no continente, penso que não são só estes dois no país…

    Quanto ao Giulietta, está demais, adoro ver esse carro em preto, então com essas pinças em vermelho nem se fala! A traseira deste carro é obra, muito bonita mesmo! Bom gosto aí na escolha diogovale9, parabéns! 😉

  24. jorge costa

    diogovale9, nesse caso é preciso equacionar bem o rebaixamento, então. Na Eibach há várias alturas de molas, pode ser que não tenhas problemas com as mais altas. Não sei a diminuição da altura que as minhas provocam no Stilo, mas realmente é comum a tampa em plástico (no JTD é muito baixa já de si) que tapa o compartimento do motor roçar no chão em ruas mais acidentadas.
    De qualquer maneira os ganhos em prazer de condução foram muito elevados. Claro que cada caso é um caso, mas ganhei muito em estabilidade.

  25. diogovale9

    jorge costa as da Eibach para a Giulietta acho que é -35/ -25mm (frente/ trás) e é a frente onde eu preciso que a Giulietta seja mais alta para subir a rampa 😛
    Há umas também da H&R mas tornam a Giulietta mas rija e também mais baixa (pelo menos visualmente parece)..

  26. jorge costa

    A Eibach tem várias linhas para o mesmo carro. Fui ver ao site e a linha Pro-Kit (são progressivas e mantêm o conforto – são as que tenho no meu) baixa-te o carro em 30 mm tanto atrás como à frente.

  27. diogovale9

    jorge costa eu já tinha visto esse Pro Kit no site da Eibach (molas pretas) mas o que o pessoal das Giuliettas anda a meter para rebaixar é um Pro-Kit | Sporline que rebaixa -35/ -25mm que são umas molas vermelhas e da Eibach não se conhece mais nenhum Pro-Kit como esse que rebaixa -30/ -30mm.
    Só tenho mesmo conhecimento das Eibach Pro-Kit | Sporline Vermelhas e de uma da H&R Sports Spring Kit Azuis.

  28. jorge costa

    As minhas são vermelhas. Na caixa diz “Pro-Kit” e da descrição dizem-se progressivas (é o pouco que se percebe, pois está escrito em alemão).
    E a rodagem? Como fizeste? Sei que o 2.0 de 170 cv demora muito a soltar-se…

  29. jorge costa

    Estou muito satisfeito. Já são mais de 200 000 kms com elas. O conforto é o mesmo, mas o prazer de condução melhora muito. Se gostas de fazer umas curvas bem rápido, recomendo. Tens é que ver isso da rampa… Se é uma casa podes resolver, mas se é um prédio é mais complicado.

  30. diogovale9

    Pera lá, também tens uma Giulietta e já metes-te molas da Eibach e já andas-te 200 M km com elas? :O e só mudas-te as molas ou também a suspensão?
    Não é um prédio, é uma vivenda mas para entrar pelos portões tenho de subir uma rampa que é o passeio..

  31. jorge costa

    Não, eu digo lá em cima que é um Stilo. Só as molas.
    Quando falo do 2.0 170cv refiro-me a um 159 cá de casa.
    O único “problema” que tenho em relação ao rebaixamento é a parte inferior do motor. Há uma protecção em plástico que, por vezes toca no chão.

  32. diogovale9

    Sim eu lembro-me de contares que tens um Stilo mas como estavas a falar pensava que tinhas também uma Giulietta. A 159 também é uma carrinha da Alfa muito bonita e bem equipada, umas das mais bonitas do segmento.
    Pois eu também tenho essa protecção de plástico na parte inferior do motor, já pensei em colocar um protecção de alumínio como há para o 156, sempre deve ser mais resistente e não tão grossa como a de plástico.

  33. miguelbreakdci

    É muito bonito, mas quando andei num a pendura reparei que continua uns pontos atrás da concorrência em qualidade geral e montagem. Reparei também no ruído dos pneus se faz ouvir muito com os vidros fechados! Mas no entanto boa sorte com o alfa e agradáveis quilómetros!

  34. diogovale9

    miguelbreakdci Obrigado =)
    Ruídos nos pneus ainda não ouvi nada, tinha antes uns ruídos parasitas perto do pilar B mas fui lá a Alfa Romeo e eles reforçaram os pilares e deixei de ouvir os ruídos.

  35. jorge costa

    diogovale9 o motor 2.0 JTDm 170 cv é muito linear e rápido (obviamente 🙂 ). Mas demorou algum tempo a soltar-se. Tem perto de 40 000 kms agora e está bem mais possante do que quando tinha uns 5 000 kms.
    Também já conduzi um Giulietta com o mesmo motor e cerca de 500 kms – estava totalmente “preso”.
    Mas achei o Giulietta 1.6 JTDm de 105 cv bem agradável. Pena não colocarem no mercado o 1.6 JTDm de 120 cv (política comercial, certamente). Basicamente é muito semelhante mas com melhor respiração a altas (testei-o no Bravo)

  36. diogovale9

    O 1.6 JTDm-2 é exatamente isso que dizes, a meu ver eles não metem um motor de 120cv porque isso iria aumentar as emissões de CO2 e os consumos e por isso eles preferem não colocar pelo menos para já. É por isso que a Giulietta 1.6 JTD-m2 105cv está um pouco cortada em altas pois tu sentes mesmo ela a chegar as 4.000 rpm e depois parece que se arrasta e se não tiver em Dynamic ainda pior 😛 Com uma reprogramação soft já fica mais agradável de conduzir em altas.

  37. Gr0te

    Com repro ligeira em recuperações fica abrasiva! em saidas de curvas e ultrapassagens a frente simplesmente levanta toda 😀

  38. jorge costa

    diogovale9, mesmo sendo ligeira, não sou muito adepto de repros. É aprender a usar bem o que se tem. Também gosto de poder expremer o carro à vontade sem estar preocupado com a mecânica.
    Gr0te, mais uma razão para um kit de molas 🙂

  39. jorge costa

    Só agora vi o teu post em que falas de colocar uma protecção em alumínio… Não recomendo. Pelo menos a minha, que é de plástico, raspa muitas vezes no chão e continua em bom estado. Já o alumínio deve amassar…
    Também gosto mais do 159 carrinha, mas não fui eu que escolhi… De qualquer maneira, se trocasse o Stilo, iria para o Giulietta. O 159 é demasiado caro, não compensa a diferença. Ficaria pelo motor igual ao teu ou pelo 2.0 de 140cv – tudo depende do negócio que fosse.
    Na foto 17 percebe-se bem a beleza do bicho 🙂 Em relação ao acesso, parece que do lado da rua não há problema. O passeio é baixo. Já no interior da casa é que a descida faz com que o carro possa tocar de barriga na entrada… De qualquer maneira basta subir um pouco essa rampa, já no interior da casa, que fica a questão resolvida. Subir um pouco os paralelos não deve ser caro..

  40. diogovale9

    O problema é que aquela vivenda não é minha 😛
    A minha vivenda é a que está a frente de onde meto a minha Giulietta, a minha tem 2 garagens mas já estão ocupadas com o Mitsubishi do meu pai e o Seat da minha mãe..
    O dono da vivenda de onde meto a Giulietta é que achou que a minha bella era bonita de mais para ficar na rua a mercê de toda a gente e então deixou-me meter dentro do terraço dele, como são amigos de longa data dos meus pais aceitei 😀

  41. jorge costa

    Complicado, então 🙂 . Normalmente passando com o carro meio atravessado há menos possibilidade de tocar em baixo, mas neste caso parece que não há largura suficiente para isso.
    Estive a ler o teu diário de bordo. Também comecei com um R19 1.2, carro de compras da minha mãe, na altura. Metia dó um carro novo que só andava num raio de 10 kms de casa. Mal tirei a carta comecei eu a andar nele. Os poucos trocos que tinha eram para gasolina 🙂 . Muitas vezes fazia 100 kms ou mais em estradas nacionais (de preferência com muitas curvas), bem tarde na noite, para fazer as minhas experiências de condução.
    Na altura não gostava de carros italianos, pois tinham má fama. No entanto o meu pai e irmão sempre foram “doentes” por Alfa’s e Fiat’s. Graças a essa pressão e ao facto do meu irmão ter trabalhado num concessionário Alfa/Fiat/Lancia, acabei por comprar o Stilo. Desde aí mudei totalmente de opinião e tive que “engolir” o que disse de mal durante anos :). Entretanto há vários Alfa e Fiat na família e não há problemas. Também reconheço que evoluiram muito em qualidade nos últimos anos.
    O pior que um carro pode ter é ser feio ou ter falta de carácter. E as duas qualidades não faltam aos Alfa.

  42. diogovale9

    jorge costa concordo totalmente contigo, quando comecei a andar com o carro da minha mãe ele estava super preso, era um 1.2 com pouquinhos cv e então como a minha mãe só me levava a escola e fazia compras com ele era normal que estivesse assim. Mas aquilo era a gasolina e já sabemos como é, comecei a andar com ele e ficou muito mais levezinho, a minha mãe é que não gostava muito pois um deposito cheio no Ibiza dava-me para uns 300-350 km, era sempre a rasgar com ele, era o meu carro de combate. 😛 Tantas vezes que ia para a praia com ele e estacionava naqueles parques cheios de buracos e quando o levava para aquelas estradas de montanha onde estava sempre a usar a caixa para desfrutar do puro gozo de condução.
    Mas um carro bonito não serve só para fazer boa figura, serve também para nós alegrar o dia, para ficarmos com o ego mais alto quando estamos um pouco em baixo. Quando estamos a conduzir e olhamos a volta e vemos que as pessoas gostam do carro, que nos fazem gestos de aprovação ou simplesmente quando passa uma rapariga bonita e olha para ele e dá um sorriso.
    Eu a uns dias tive um episódio muito curioso, estava nos semáforos perto do Colombo e quem para ao meu lado, um Ferrari 599 preto. Eu tinha o vidro aberto e comecei a olhar para o Ferrari, o senhor do Ferrari abre o vidro, olha para a minha Giulietta e diz com um sorriso nos lábios, a Itália faz carros com imensa paixão não achas?, e eu, concordo plenamente senhor.
    São mesmo daquelas coisas que nos deixam ser palavras, só quem tem um ou já teve é que sabe como é.

  43. jorge costa

    Esse Ibiza tem 3 cilindros, o que lhe dá um som mais mecânico, mais desportivo. Também curva bastante bem. Deve ter sido um bom “carro – escola”. O R19 era muito pesado para um 1.2, de qualquer maneira foi melhor assim, senão podia ter corrido mal, pois os exageros eram muitos. Onde aprendi realmente alguma coisa foi no Clio rti – era reactivo e não gostava muito de erros como o de travar a meio de curvas ou, simplesmente, levantar o pé quando já ia em apoio…
    Entendo bem o que dizes sobre essa alegria que alguns carros podem dar. Até me lembrei de um comparativo no programa Top Gear, em que entrava o Fiat 500 Abarth e o Jeremy Clarkson diz: “Há algo neste carro que nos faz sentir felizes… “. Por falar nisso, um 599 é algo que me faz feliz só de olhar para ele. Não há dúvida que esse senhor tem o “espírito” 🙂
    Já tive a sorte de conduzir um Ferrari 308 Gt4 de 1974. Não tinha seguro, por isso apenas dei umas voltas aqui na marginal perto de casa, à noite. Claro que é expectável que diga que foi uma experiência única.. e foi! Só o som do motor.. Acho que deve aumentar a produção de testosterona 🙂
    Há carros bonitos e com “vida” em muitas marcas, mas ninguém iguala os italianos a cultivar objectos belos, sejam eles quais forem. É algo que vem muito de trás, desde os tempos do império romano.
    Vou espreitar o diário do brunini24…

  44. diogovale9

    brunini24 partilhamos a mesma cor 😀 que bonita que ela é quando lhe bate o sol *-*
    Eu dia destes ainda nós encontramos em algum encontro da alfa romeo team.

    jorge costa quando tive o meu carro na oficina deram-me um Fiat 500 TwinAir de 85cv de substituição por uma semana e que gozo me dava aquele pequeno carro de conduzir então a curvar com as ajudas electrónicas off era uma loucura mesmo, acho que nunca me diverti tanto a conduzir um carro tão pequeno.
    Esse Ferrari de 1974 deve ter sido uma honra conduzi-lo, realmente uma “experiência única” como dizes-te.
    Digamos que as marcas Italianas apostam muito na estética e no prazer de condução criando uma autentica aura a volta de cada carro que produzem chamando-lhe de alma automóvel.
    Isso não se consegue de um momento para o outro mas sim com o passar dos anos, como tu dizes 😀

  45. Vitorino Coelho

    Sou adepto da Alfa Romeo, e creio que o Giulietta é uma obra prima. Nunca tive o prazer de conduzir um exemplar, mas só o facto de ir na estrada e passar por um carro tão bonito como este já me deixa satisfeito.
    Pelo que posso ver, vejo que estás satisfeito, e espero que fiques assim por muito tempo!
    Um grande abraço.

  46. diogovale9

    Vitorino Coelho Estou mesmo muito satisfeito, dá-me um enorme prazer conduzir o meu Alfa 😀
    Então a noite a Giulietta torna-se divinal, mesmo quando vou na minha Giulietta e vejo uma a noite a passar fico de queixo caído quando olho para as luzes 😛

  47. jorge costa

    diogovale9, é isso mesmo. É preciso tradição, uma cultura que passa de geração em geração. Só quem cresce nesse meio consegue criar algo tão único.
    Gostava de conduzir esse 500, ao que leio é muito eficiente. Já conduzi o Abarth (versão menos potente) e a experiência foi boa. Tenho um amigo que tem um muito trabalhado. Já passou dos 200cv, mas gasta rios de dinheiro no carro (ainda não o conduzi… ).
    A saída de escape com duas ponteiras é opcional, ou foi adaptada do 170cv?
    Vitorino Coelho, já percebi que tens o “espírito”. Também há carros que me deixam satisfeito apenas por vê-los ou ouvi-los.
    Abraço

  48. diogovale9

    A minha dupla saída de escape fui eu e o meu irmão que a instalamos.
    A Giulietta 1.6 vem só com uma saída de escape (lado esquerdo) com uma ponteira pequenina então comprei o difusor da versão 2.0 (peça preta do para-choques traseiro) e comprei 2 ponteiras de 100mm, tudo na Alfa Romeo. Por agora a ponteira do lado direito ainda só é puramente estética mas brevemente irei colocar uma panela de escape central para lidar as 2 saídas.

  49. jorge costa

    Ficou muito bem feito, o trabalho.
    O 159 com o 2.0 de 170cv tem apenas uma saída de escape, por isso o Giulietta com o mesmo terá um escape de onde saem os 2 tubos.

  50. diogovale9

    A Giulietta 2.0, seja a de 140cv como a de 170cv tem uma panela de escape central de onde sai 2 tubos, um para cada lado das ponteiras.
    Eu queria meter mesmo isso mas as peças na alfa romeo são muito caras, 400€ e tal pela panela central e mais 100€ e tal pelo tubo intermédio. Por 200€ aqui em Lisboa já faço isso numa casa de escapes.
    Por falar nisso alguém me aconselha alguma casa de escapes para fazer o trabalho aqui por Lisboa?

  51. gymkhana

    O Badge Quadrifoglio é que podia saltar 🙂
    Parece o alferes a tentar passar por general.
    Mas o que me preocupa é que quando fores ultrapassado por um Opel GTC, mais um condutor vai andar a gritar que os Alfas até os QV não andam nada…

  52. Gr0te

    eu também ando com o Badge QV, coloquei-o porque fica mesmo impec, mas há um simbolo com o badge e a dizer sportiva que tou à espera de conseguir, que fica ainda melhor 😀
    Não te preocupes que pelo menos da minha parte nunca deixei ficar mal o simbolo, quando sei que posso deixar, deixo-me tar no cantinho e dou sinal para o outro ultrapassar x’D

  53. diogovale9

    gymkhana eu não coloquei o Badge QV para passar por um mas sim porque gosto de ver lá o badge e como o meu carro é preto etna fica lá muito bem, como o Gr0te diz. E quem perceba minimamente da coisa basta olhar para os meus discos de travão que ve logo que não é um autentico QV 😛

  54. gymkhana

    Diogo, é claro que gostas de ver o trevo, quem não gosta? Até já me gamaram um tal é o desejo geral! Isso é bom sinal – fora o risco que me deixaram por falta de cuidado. Espero que quando me gamarem o outro tenham mais cuidado.
    O que argumento é que se todos os Alfas não sendo QV andarem com o trevo, é confuso e a coisa banaliza-se. Já faz dó ver packs M com “badges” M3 e M5 a gasóleo, Golfs V com grelha GTi mas TDI e por aí em diante.
    Depois há outra questão, quando passa por mim um carro com badge da versão especial, mas não o é, só fico com pena do condutor, liga-se em mim uma aura de compaixão e certamente não é o que se pretende.
    O que é preferível, um mercedes C220 a dizer AMG por todo o lado, até jantes AMG, ou um Mercedes B180 sem extras, mas com uma preparação no motor (invisível), suspensões e travões que em vez de 120 cavalos, tem 280 com brembos atrás das jantes mais simples da série? O Custo é o mesmo.

  55. diogovale9

    pjmanso queres um também? Tenho mais 6 desses aqui em casa 😛 Não eras tu que tinhas um da bebida energética monster? xD

    gymkhana assim fica difícil tu perceberes o nosso ponto de vista, pelo menos o meu. Eu se quisesse mesmo um QV teria comprado um mas como a utilização da minha Giulietta é mais para percursos citadinos não me iria compensar comprar um carro a gasolina pois iria ser muito dispendioso.
    Por exemplo eu agora quando olho para uma Giulietta preta, para a lateral e não tem o badge parece que falta ai qualquer coisa… Fica bem ver uma Giulietta preta com o bagde QV pois é branco e tem o trevo verde e dá um constante bonito e elegante.
    Podes também falar das minhas ponteiras, que são duplas e grandes, como se fosse para iludir os outros condutores ou para chamar a atenção que tenho um carro potente e agressivo mas não, também as coloquei por gostar de as ver esteticamente, é tudo uma questão de gosto e é isso que mais interessa, que o condutor goste do seu carro, do seu alfa 🙂

  56. megas

    voute ser sincero não acho grande piada, pf não leves a mal mas é um trevo, uma coisa fragil PF NAO LEVES A MAL mas fazme lembrar a hello kitty xDD é para dar sorte ?

    também não faço a minima ideia do que significa, diz-me o que significa posso mudar de opinião 🙂

  57. diogovale9

    Esses badges QV (trevos) é o símbolo do quadrifoglio verde, que é a versão mais potente do MiTo e da Giulietta.
    É um dos símbolos históricos mais emblemáticos da Alfa Romeo.

  58. megas

    na alfa sou mesmo ignorante ….
    sendo assim já os vou ver de outra prespectiva, pensava que era só para a estética. gostei de eles terem usado um simbolo histórico nos carros recentes.

    humm nesse caso acho que fica bem no teu carro
    já pensaste pintar as jantes em cinza escuro (agora chamam-lhe cor “gun metal” nao sei porque) pinta com plastidip se não gostares podes sempre tirar fora e ficas com as jantes iguais ao que tinhas.

  59. Gr0te

    A História do trevo (segundo li) vem do tempo em que a Alfa Romeo andava em pista a dar inspiração ao seu pupilo Enzo Ferrari. Literalmente colocavam lá os trevos para dar sorte nas provas e passou a ser simbolismo 😉 hoje colocam nas versões mais potentes como simbolismo 😀

  60. Jimy

    Para mim é o carro mais bonito do segmento! Orgulha-te… Esse em particular parece ter tudo no sitio, é uma obra prima com todo o ADN italiano! 😉

  61. nunospeed

    Ja vejo o trevo desde os tempos dos sprint, tinha um amigo que tinha um e era super curtido, sempre soube que o trevo era o “badge” oficial das versoes mais vitaminadas, mas nao sabia da historia. e o teu é simplesmente fabuloso!!!

  62. diogovale9

    megas, já pensei em pinta-las mas não num tom muito escuro por já tenho um carro preto, já pensei em mandar pintar as jantes de preto brilhante e deixar os 5 raios que saem mais da jante da cor que está.

    Gr0te, o que eu li era que trevo era o amuleto usado pelo piloto Ugo Sivocci, considerado herói da marca depois de ter falecido num acidente, em 1923, no circuito de Monza, em Itália.
    A partir desse ano, todos os carros de corrida passaram a ter esse logótipo na carroçaria.
    O logótipo foi baptizado de Quadrifoglio e que tem o seguinte valor simbólico:
    O triângulo significa perfeição (três pontos definem um plano) e o trevo de quatro folhas significa sorte, sucesso e vitória.

    Jimy, obrigado e como já deves saber concordo plenamente contigo =)

    nunospeed, obrigado também. O Sprint do teu amigo devia ser fabuloso de conduzir, talvez um dia também tenha a sorte de conduzir um.

  63. malaico

    Olá uma cor k fica bem nas jantes de carros pretos é o Antracite ou o cinza cupra.
    Belo carro para mim o mais bonito k a Alfa fez até hoje,boa sorte com a máquina!

  64. André_85

    Boas! Parabéns pelo carro… eu também tenho uma “Giu”, e estou mais que satisfeito. É daqueles carros que nos põe o sorriso na cara quando voltamos a casa depois do trabalho.
    Fiquei agradado com a dupla ponteira de escape. Podes me dizer onde fizeste a alteração? Já agora… a segunda ponteira é só estética ou serve também de escape?
    Obrigado e boa sorte com o carro.
    Cumprimentos.

  65. diogovale9

    malaico, já pensei mandar pintar as jantes de antracite mas não sei não, se calhar fica demasiado preto, se calhar mandava pintar as jantes mas deixa ficas os 5 raios que estão mais saídos da cor que estão.
    Eu também acho que é dos carros mais bonitos que a alfa já fez.

    André_85, relativamente a dupla ponteira de escape, comprei as 2 ponteiras de maiores dimensões + o difusor preto com 2 saídas mesmo na Alfa Romeo depois instalei eu em casa. É muito simples, a única pois que é mais complicada de fazer é os furos no chassis do carro para segurar o suporte que vai segurar o 2 ponteira pois é puramente estética. Daqui a uns tempos coloco uma panela dupla para meter as 2 ponteiras a “bufar”.

    markituh121, novidades de mods não há, mandei agora vir umas capas para colocar nas maxilas da frente em vermelho que depois vou colocar o lettering da Alfa Romeo. Já tenho as maxilas pintadas mas com as capas fica um visual muito mais bonito. Estou a ver também se coloco uma panela de escape dupla mas estou a espera que um OK de um amigo meu. E também queria mudar o meu tablier por um em carbono mas mais para a frente.

    gymkhana, o que fiz no meu volante foi o seguinte, mandei colocar pele perfurado dos lados e pele de alta resistência na parte de cima e de baixo do volante com costuras vermelhas mais grossas. Nota-se mais a diferença se vires ao vivo e o toque fica completamente diferente, agarra muito melhor a mão e não tem a tendência de escorregar como me acontecia antes.

  66. André Gonçalves

    Nunca gostei do aspecto exterior da Giulietta. Acho o antigo 147 muito mais bonito… Muito mais Alfa-Romeo. No entanto, acho o interior da Giulietta muito bem conseguido e muito elegante. Mas há um dado que me preocupa: com tão poucos quilómetros e já com problemas na caixa de velocidades? Isso não é um bom presságio…

  67. diogovale9

    Relativamente ao aspecto exterior da Giulietta eu não tenho nada a dizer, acho genial. Podes achar o 147 muito mais Alfa Romeo pois trás as linhas dos Alfas anteriores e por isso identificares-te mais com ele. Mas a Alfa Romeo com o MiTo e a Giulietta estão num ponto de viragem muito positivo e acredita que os próximos Alfa que saírem vão ter as linhas que o MiTo e principalmente a Giulietta agora teem.
    Relativamente a caixa de mudanças, fui um defeito de fabrico, pode acontecer a qualquer marca. Mas o problema não era muito grave, só custava a entrar a 1ª e 2ª relação, nada que estraga-se o carro ou a caixa de mudanças em si. Para todas as marcas temos de ter sorte nos carros 🙂

  68. markituh121

    Pois. Até vai ser um bom concorrente contra o Lotus Elise e até o Exige visto que a Alfa é a mestre em motores twin cam por isso mesmo um motor com 800cc vai andar bastante (230cvs??) acreditem que vai ser um devorador de pistas. E gosto do estilo do Giulietta é diferente dos outros carros e sim acho o 159 mais bonito mas o Giulietta não fica nada atrás 😀

    O MiTo é basicamente um 8C que foi à compactadora. Só o motor é que muda e não deixa de ser tão bonito como o 8C.

  69. MiguelGP

    Exactamente, o pai disto tudo é o alfa 8C , e que magnifico que ele é !! Criado no único sítio possível , nos Estúdios de Design Pininfarina 🙂

  70. markituh121

    Gostei dessa fala MiguelGP, o pai disto tudo é o 8C e acabou! 😀 Pininfiraina tem dos melhores designs do mundo e um dos meus favoritos, o Stilo, sim eu gosto do design dos primeiros Stilos tem ums frente bastante baixa e agressiva, só é pena aquela parte de trás…

  71. diogovale9

    Bem como é um diesel não se nota lá grandes diferenças, a nível sonoro está praticamente igual, só se tirar a FAD é que deve ficar com um som mais agradável para um diesel. 😀
    Mas parece-me que em baixas rotações ele está um pouco mais solto como tem mais uma saída de escape mas pode ser o psicológico a falar também 😛

  72. diogovale9

    Ele tem um sistema Windows pois a Giulietta tem o sistema media player para ler ficheiros de música através de uma pen, onde tem várias funções, podemos organizar na pen várias playlist’s e ouvi-las separadamente ou aleatoriamente. Assim por alto é só isso mas amanha vejo no manual e digo-te mais detalhadamente 🙂

  73. diogovale9

    Eu gosto muito de conduzir carros que despertem a sua alma automóvel, aquela sensação que o carro não é só algo mecânico que a gente conduz, mesmo que ele seja rápido ou cheio de estilo tem de ter aquele toque pessoal, aquela paixão que só certas marcas conseguem oferecer. Se tiveres a oportunidade de conduzir uma Giulietta tenta conduzir um QV ou até mesmo um 1.6 como o meu pois mesmo não sendo nada de outro mundo a nível de motor vais perceber o que eu estou a falar. 😀

  74. teixeira86

    Adoro o design dos italianos e este não foge à regra, parabéns. Sei bem o que é quando falas do carácter de um carro e a sensação que nos transmite e são poucas as marcas que nos fazem sentir essa sensação.

  75. diogovale9

    É isso mesmo teixeira86, há poucas marcas que causam essa sensação e uma delas é a alfa romeo sem duvida alguma, não digo isso só por tem um alfa. É algo que não tem explicação mesmo…

  76. f.redd_

    A tecla com o símbolo do Windows serve para activar os comandos de voz pois a Fiat/Alfa Romeo/Lancia desenvolveu um software em conjunto com a Microsoft que se chama BlueMe.
    Digo por experiência própria que está muito bem desenvolvido e cumpre o seu trabalho muito bem!
    A meu ver é um extra obrigatório e o seu preço não é nada por ai além (aprox.300€).

    O carro está muito bonito sem dúvida! 😉

  77. diogovale9

    f.redd não tinha a certeza que o BlueMe fosse também desenvolvido pela Microsoft, só tinha a certeza do media player por isso é que só falei dele.
    E obrigado pelo elogio 🙂

  78. jorge costa

    Resulta! Muito bem 🙂
    Só falta mesmo o detalhe de baixá-lo um pouco (o que é difícil por causa do acesso da garagem, como já falamos).
    Essa frente é mesmo muito bela e essa é uma das cores que mais a favorece. A traseira é bonita, mas mais ainda ao final da tarde ou noite, onde sobressaem os farolins…

  79. diogovale9

    Rebaixa-lo é impossível pelo menos enquanto tiver de estacionar naquela garagem mas claro que rebaixado é outra coisa a nível dinâmico e estético.
    Ir atrás de uma Giulietta a noite é qualquer coisa bella :$

  80. diogovale9

    Obrigado H-h, o mesmo posso dizer da tua Mitsubishi! Gostei muito 🙂 O meu pai tem uma Mitsubishi Carisma 1.6 de 1999 e é um espectáculo, são carros para a vida na minha opinião.
    O problema de caixa não afectava muito, era só a dificuldade na 1ª e as vezes na 2ª relação da caixa mas prontos, já está tudo resolvido.
    O escape duplo transforma completamente a Giulietta, mal a comprei instalei logo as 2 ponteiras (uma de cada lado) mas uma era fake mas como desde o inicio quis meter uma panela dupla, ai esta já montada 🙂

  81. H-h

    Tens de fazer um video do som do escape , deve ser espetacular 😀
    Estou á espera que tenha de mexer na linha de escape da Galant para ter uma desculpa para lhe por uma linha e panela (com saída dupla ; ) em inox , mas a original nunca mais se estraga XD .
    O carisma 1.6 é indestrutível , faz mais de 500.000km sem problemas . Quantos km tem o Carisma neste momento ?

  82. diogovale9

    O som do escape está praticamente igual ao de origem, como é a diesel e tem panela o som não muda muito. Tenho um amigo meu com uma Giulietta igual a minha que tem linha directa ainda com FAP e fica com um som delicioso para um carro a diesel 1.6.
    Indestrutível acho que é um bom adjectivo para aquele carro! O do meu pai acho que tem perto de 200.000km e até agora nunca deu problemas.

  83. H-h

    estou surpreendido pelo som não ter mudado , pensava que com o escape mais livre o turbo fosse mais audível. Notas-te melhoria no desempenho do motor ?

  84. diogovale9

    Melhorias notórias não reparei, talvez um pouco mais solto em baixas rotações mas pode ser também o psicológico xDD
    Como estou a pensar fazer um repro soft era uma das alterações que queria fazer antes da repro claro, talvez ainda coloque um filtro K&N e ai sim, de certeza que noto melhorias a baixas rotações 🙂

  85. H-h

    Dizes que é mais reativo nas baixas rotações , eu acredito que deva ser real , pois a saída do turbo está menos estrangulada , logo este deve ganhar momento mais depressa . O filtro de certeza que vai ajudar .
    Ia perguntar se os consumos baixaram , mas como ainda estás a sair da rodagem , é difícil de avaliar . só perguntando a alguém com o mesmo modelo com saída simples para tentar fazer uma comparação aproximativa , mas vai ser difícil devido ás varias variáveis …

  86. diogovale9

    Curiosamente no modo de condução Dynamic (modo desportivo) ele gasta menos se o estiver sempre a utilizar e não abusar claro 😛
    Mas sim, depois da rodagem devem descer.. Conheço vários rapazes com Giuliettas e motorização igual a minha e em todos os casos os consumos desceram.

  87. diogovale9

    Era uma curiosidade era.. Mas só com o tempo é que posso ver isso e como a rodagem está a acabar pode começar a baixar pela rodagem estar feita e não pela panela dupla.

    • diogovale9

      Obrigado Wilson, ganhei um pouco mais força em baixas rotações, nada muito notório. No máximo 3 ou 4cv… O bom do filtro K&N é que não se tem de substituir, basta comprar o kit’s de limpeza e está feito.

  88. Wilson

    Humm não sabia mesmo dissoe o kit’s limpeza isso referece a que?
    Sou um bocado aparte em questão de maquinas e coisas do género xD

    • diogovale9

      Do filtro? No concessionário da marca duvido que façam isso pois eles não têm autorização para mexer em peças que não sejam dá marca. Ainda ontem levei o carro a alfa e eles não me mexeram nas rodas pois tenho espaçadores da Eibach. 😛

    • diogovale9

      O meu para ficar mesmo no ponto era substituir os espaçadores de 16mm que tenho trás por uns de 20mm, o problema é que se rebaixar as rodas iriam bater nas cavas das rodas :S

    • diogovale9

      Eu no passado fim-de-semana tirei os meus espaçadores temporariamente. O meu volante treme dos 100/120km/h até os 140 km/h e tive de tirar os espaçadores para a Alfa Romeo me poder resolver o problema… Vamos lá ver.

Inicie sessão ou registe-se para comentar.